Desde que a Netflix anunciou que produziria uma série baseada na bruxinha Sabrina, os fãs que cresceram assistindo a série clássica dos anos 90, se animaram com a notícia. Só que ao invés de um remake, a plataforma de streaming resolveu trazer um reboot, algo original. É como se dessa vez, a “verdadeira” Sabrina ganhasse uma adaptação para a TV mais fiel à sua origem.

Para quem não sabe, O Mundo Sombrio de Sabrina (The Chilling Adventures of Sabrina) iniciou-se através das HQs da Archie Comics, o mesmo selo que lançou Riverdale. Aliás, sobre isso, há uma similaridade visual com a série citada acima, em praticamente tudo. É como se os acontecimentos de Sabrina fossem também ambientados no seriado em questão. O que não é prejudicial a quem assiste a trama, que possui a mesma equipe de produtores de Riverdale.

Tamanha familiaridade que até os nomes das cidades, são parecidas. Enquanto Sabrina reside em Greendale, Riverdale intitula a série. Um outro ponto interessante a ser abordado, é que em nada podemos comparar, a Sabrina atual com aquela do sitcom dos anos 90. Melissa Joan Hart interpretou brilhantemente a personagem durante sete temporadas de Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira (1996-2003), sem contar os filmes que também protagonizou na pele da bruxinha.

No final dos anos 90, Sabrina retorna para a TV em formato de animação. Com apenas uma única temporada de 65 episódios, A Bruxinha Sabrina estreava para a alegria dos fãs. E tudo estava lá novamente: as tias, a cidade de Greendale, o gato Salém. E tudo estará no reboot da Netflix, só que diferente, bem diferente do que estávamos habituados a assistir. O que a meu ver, não desmerece nenhum pouco a produção.

No primeiro episódio, com um hora de duração, somos apresentados a protagonista. Sabrina Spellman (Kierman Shipka) é uma adolescente que aparenta ter uma vida normal. Tem amigos, estuda, namora o Harvey Kinkle (Ross Lynch) e tenta conciliar sua vida humana com sua vida bruxa. Ela reside numa espécie de mausoléu com suas duas tias, as também bruxas, Hilda (Lucy Davis) e Zelda (Miranda Otto) e seu primo Ambrose (Chance Perdomo).

A graça nisso tudo está quando Sabrina terá de enfrentar as forças do mal para salvar sua família, seus amigos e a luz do dia e os humanos que nela habitam. Já no primeiro episódio, vemos uma Sabrina protetora, dona de si e que luta por justiça. O feminismo está estampado quando a protagonista defende uma amiga de um caso de assédio e o diretor da escola, apático da situação, nada faz para resolver o problema e punir os responsáveis. É justamente essa amiga, Susie Putnam (Lachlan Watson), que terá a responsabilidade de mostrar algumas questões LGBTQs e de bullying que serão abordadas na trama.

O Mundo Sombrio de Sabrina | Imagem: Netflix

A série já começa com cenas fortes e diálogos pesados. Se você não se incomoda com produções que abordem temas sobrenaturais de formas nua e crua, você provavelmente gostará do seriado. Feitiços e encantamentos são falados em latim. A cor é “morta”, triste. Mostra o pesado, o obscuro, o oculto, mesmo em cenas diurnas. Necromancia, muito sangue, citações e invocações a espíritos das trevas, estarão presentes no seriado, incluindo, a personificação do próprio “tinhoso”.

A abertura da série é bem diferente, é em formato de cartoons. Por ela, é possível ver o que o seriado abordará – não necessariamente dando um spoiler do que cada episódio ou a série inteira, exibirá. Trata-se mais de uma apanhado geral do programa -. Sua estética é similar aos quadrinhos originais de Sabrina. Teremos Salém, que na série atual, é apresentado como um familiar, uma espécie de guardião que cada bruxo ou bruxa possui.

Em suma, a série promete ser bem promissora para os amantes de produções sobrenaturais. Quem for assistir achando que reviverá toda sua infância e/ou adolescência dos anos 90, pode achar a série diferente e bem dark, o que na verdade, é a essência da bruxinha adolescente protagonizando série para adultos.

O Mundo Sombrio de Sabrina terá sua estreia mundial no próximo dia 26 de Outubro, no catálogo da Netflix.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui