Ele poderia TER TUDO…Mas a que PREÇO? Essa é a premissa básica de A Conspiração de Forty Acres, frase de efeito que mal começa a explicar a profundidade do enredo do impressionante primeiro romance de Dwayne Alexander Smith, publicado no Brasil pela Editora Alta Novel.

O livro do roteirista e escritor segue o advogado Martin Grey, um homem negro, inteligente e talentoso, que está tentando avançar em sua carreira quando a sorte bate em sua porta e ele ganha um importante caso, contra um advogado super famoso que faz o nome de Grey ser visto por todos. O talento de Grey chama a atenção desse importante advogado, que o insere no mundo dos influentes.

Empolgado com as possibilidades dessas novas conexões, Grey aceita um convite para uma viagem isolada com um grupo super restrito, mas chegando lá se descobre em um estranho local, sem contato com ninguém do exterior- incluindo sua preocupada esposa-, e se vê envolvido em uma sociedade secreta destinada à preservação da instituição da escravatura, onde dessa vez os negro são os “Senhores”.

Veja também: Resenha | Segredos de Família- Liane Moriarty

A Conspiração de Forty Acres é um livro com muita crítica ao racismo, que usa do absurdo reverso para apresentar o rídiculo da situação. Até hoje há muito preconceito, e é isso que Smith emprega o tempo todo nas entrelinhas, o cansaço e as atitudes extremas no ápice da raiva, na tentativa de que o pensamento do sofrimento dos brancos finalmente consiga passar a mensagem que os negros tentam falar há tanto tempo. Martin não concorda com as atitudes tomadas e reflete o próprio leitor, que mesmo confirmando que manter escravos- independente de seu tom de pele-, é um absurdo, consegue entender a situação com uma certa racionalidade, é uma vingança lógica, mesmo que seja errada.

Em meio a tudo isso, a narrativa do autor é maravilhosa, sabendo dosar a violência com o suspense, sem pesar a mão e deixando a tensão levar os acontecimentos. A leitura é fluida, cheia de detalhes que se mostram informativos e importantes para a trama, Dwayne não deixa nada fora do lugar e entrega uma história ousada, com muito conteúdo – histórico e crítico-, com um desfecho satisfatório que reforça o ponto que o livro apresentou desde o início.

Veja também: Resenha | A Doçura da Água – Nathan Harris

A Conspiração de Forty Acres é uma estreia impressionante de Dwayne Alexander Smith na literatura, que possui inclusive uma adaptação programada com produção de Jay Z. Com uma forte crítica ao racismo, apontando questões que precisam ser discutidas sem perder o suspense da trama fictícia, é uma obra que merece destaque.

Resumo
Nota do Thunder Wave
resenha-a-conspiracao-de-forty-acres-dwayne-alexander-smithA Conspiração de Forty Acres é uma estreia impressionante de Dwayne Alexander Smith na literatura. Com uma forte crítica ao racismo, apontando questões que precisam ser discutidas sem perder o suspense da trama fictícia, é uma obra que merece destaque.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui