sexta-feira, 18, junho, 2021

Resenha | A Garota do Viaduto

Todos nós carregamos fardos, inevitavelmente. Alguns tem mais força e conseguem suporta-los por mais tempo, outros já não tem tanta sorte assim. Mas não há ninguém que escape deles, minha cara. Absolutamente ninguém”.

Resenha | A Garota do Viaduto 1
A Garota do Viaduto, romance escrito por Diego Mello / Foto por Taigra Brandão

O livro escrito por Diego Mello, A Garota do Viaduto, conta a história de três vidas totalmente diferentes que se cruzam. Na trama conhecemos Clara, uma garota com problemas pessoais, Dr. Vilmes, um senhor com um humor extremamente ácido e ao mesmo tempo cuidadoso e gentil e Richard, um jovem órfão. A obra é um romance muito bem escrito que  envolve com lições extremamente importantes para os dias atuais.

A trama não é cronológica. Percebemos que existe um vai e volta ao ler sobre os acontecimentos e nem sempre o capítulo seguinte é sobre o mesmo personagem. É um livro que promete muitas emoções. Você vai rir. Você vai chorar. Você vai refletir e não vai querer acreditar que a realidade pode ser cruel.

Uma família desestruturada pode fazer estragos na vida de uma jovem que enxerga em si mesma a falta de força para continuar a lutar. A vida monótona e sem muita expectativa pode gerar uma vida infeliz e que só se percebe quando não há o que fazer… quando se está a beira do fim.  A morte de quem se ama pode ser um ponto decisivo entre o sucesso e o fracasso. Nesse caso, o sucesso. Mas não dá para prosseguir se algo continua te incomodando, dá?

A jovem Clara, linda e carismática de dezenove anos, que após muitas situações que a decepcionaram resolve colocar um ponto final em tudo pulando de um viaduto. Sua tentativa de suicídio falha e a partir daí as coisas pioram muito indo parar numa clínica psiquiátrica até que ela consegue fugir, mas precisa suportar e atravessar mais desafios. Será que Clara conseguirá retomar o controle de sua vida e será capaz de mudar seu destino? Esses são questionamentos que quem lê faz ao longo do desdobramento dos fatos.

O segundo personagem trata-se de um médico que acabou de descobrir um câncer, o doutor Vilmes, e ao receber a notícia…  resolve largar tudo e fugir do hospital onde estava internado. Um médico dedicado à sua profissão, se entregando de corpo e alma a ajudar e ouvir os problemas de todos e, ao mesmo tempo, lutando contra os seus próprios pesadelos, se questionando sobre o rumo certo e buscando aliviar o peso de seus fardos que se acumulam no decorrer de sua existência.

Já Richard, é o nosso terceiro personagem. Com ele vem um mundo de luxo e de prazeres. Richard é um jovem de 25 anos que perdeu os pais muito cedo. Embora, ele seja rico, não significa que seja feliz. Ele deixou de ser o garoto exemplar e tornou-se um garoto baderneiro e problemático e foi essa maneira que ele encontrou  para se punir, enfrentar a ausência dos pais e tentar acalmar a escuridão que crescia cada dia mais dentro dele.

Mundos completamente diferentes que vão se cruzar de uma forma totalmente aleatória e que mudará para sempre a vida dos três personagens. Segredos, decepções, medos, angústias e problemas familiares vão ser compartilhados e, aos poucos, eles vão entendendo que não são tão diferentes como imaginavam e a amizade que os une será capaz de ultrapassar todas a barreiras.

No decorrer da leitura, percebemos que Clara não está bem e que não encontra motivação para continuar. O mais desconcertante é que ela está com alguém que lida com pessoas com essas inquietações e isso nos mostra que nem sempre é possível perceber o que o outro tem. Os três personagens são tão diferentes em suas personalidades, mas tão semelhantes no quesito dor e sofrimento. Porém, cada um seguiu de uma forma diferente.

A produção tem uma sequência de acontecimentos inusitados. É tão instigante que não se quer parar de ler. É rico em detalhes e personagens cativantes e desafiadores.  A escrita do autor é envolvente, os diálogos são divertidos e o enredo é bem construído que aborda assuntos importantes e reflexivos., além de me confundir na linha cronológica e em alguns acontecimentos que ficaram abertos.

Para quem não conhece o autor Diego Mello, ele é um psiquiatra formado em Medicina pela Universidade Federal de Pelotas com Residência Médica em Psiquiatria pela mesma instituição. A Garota do Viaduto é o seu primeiro romance. Além disso, tem crônicas publicadas em blog pessoal no site psiquiatrapelotas.com.

A Garota do Viaduto superou qualquer expectativa e por isso leva 5,0 estrelas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave