Resenha: A Garota Sem Passado- Michael Kados

23
13442

 

Ramsey Miller era um homem bem casado, pai de uma linda menina de três anos e aparentemente feliz. Em setembro de 1991, Ramsey resolveu dar uma festa para toda a vizinhança e tocar com sua banda, porém ao término da mesma matou sua esposa e tentou fazer o mesmo com sua filha, Meg, que agora é dada como desaparecida.

A pequena Meg conseguiu fugir e passou sua vida escondida, criada por seus tios adotivos. Agora, quinze anos depois, Meg descobre que está grávida e decide que não quer que essa criança viva limitada como ela, por isso resolve correr o risco de voltar para sua cidade natal e resolver o enigma do assassinato da mãe, mesmo que tenha que enfrentar o pai para isso.

Essa é a premissa de A Garota sem Passado, um suspense escrito por Michael Kardos. A obra vem agradando alguns e desagradando outros e lhe digo prontamente o motivo que desagradou essas pessoas: essa premissa não é realmente explorada. Explicando melhor, A Garota sem Passado é narrada na primeira pessoa, intercalando os capítulos entre o passado, onde vemos os acontecimentos anteriores à noite em que Ramsey cometeu o assassinato, e o presente, enquanto acompanhamos Meg (chamada agora de Melanie) em sua decisão de por um ponto final na péssima situação que vive ultimamente. Essa divisão fez com que o caso fosse tratado apenas nas últimas páginas do livro, dando muito foco nas explicações. Quem queria ver uma obra de assassinato e perseguição, se decepcionou.

Isso não quer dizer que a narrativa deixou a obra ruim, muito pelo contrário, para mim deixou o desenvolvimento gostoso, natural e sensacional! É uma questão de gosto mesmo. O autor optou pelo lado psicológico, que nos deixa apreensivos e curiosos para saber o motivo de Ramsey ter feito o que fez, enquanto começamos a entender o porquê ele tinha aqueles problemas.

Li A Garota sem Passado quase sem conseguir largar. A cada fim de capítulo ficava mais envolvida e mais curiosa, querendo desesperadamente saber como se deram os acontecimentos daquela noite. De fato, a Meg ficou para segundo plano e não vi nenhum problema nisso.  No final, tive uma grata surpresa, uma reviravolta totalmente inesperada aconteceu e deu um desfecho mais do que satisfatório para o livro.

Indico A Garota sem Passado para quem gosta de um suspense bem elaborado, fluído e impressionante, mas sem muita ação. Quem gosta de mergulhar em enredos com assassinatos cruéis e perseguição é bem capaz de se decepcionar.

23 COMENTÁRIOS

  1. Oi, tudo bem?
    Eu não sei se esperava que o livro tivesse muita perseguição e assassinato, mas estava pensando no lado psicológico da personagem mesmo, então acho que não me decepcionaria tanto.
    Já valeu saber que você gostou e que teve bastante suspense. Estou super curiosa para ler a obra.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

  2. Eu estou doida para ler esse livro. Também curiosa para entender o que aconteceu e porque o pai dela matou a mãe e tentou matá-la. Comprei ele mas ainda não chegou. Muito ansiosa.
    Bj.camila Bernardini Coelho

  3. Oiii
    Eu achei completamente diferente do que ando lendo ultimamente, isso me dá uma loucura hahahahaha essa história toda, trabalhar com o psicológico do personagem me deixa bem curiosa e animada.
    Beijão

  4. Nossa, também curti sua resenha. Gosto de livros assim como você, que venha a explicação aos poucos contando realmente o que aconteceu, realmente são meus favoritos. A premissa desse livro está ótima e a coragem de Meg é realmente surpreendente!

  5. Olá, achei a trama do livro bem interessante, acho que é a primeira resenha que velo dele e, mesmo achando que poderia me decepcionar, é uma leitura que eu gostaria de fazer.

  6. Primeiramente OBRIGADO por resenhar esse livro.Eu tava de olho nele e super curioso. Sua resenha foi totalmente esclarecedora pra mim,e entendo alguns leitores não gostarem,ou não saberem apreciar,na verdade. Há suspenses com ação e há suspenses mais "psicológico",que pelo que entendi foi mais o gênero desse…e eu adoro! Quero pra ontem!
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

  7. Suspenses me deixam de cabelo em pé, mais pelo que me fazem refletir e pensar sobre do que as obras em si, sabe? Hehehe. E quando o livro é bem escrito, aí que quero mesmo e este parece um que eu ia curtir! o Ainda mais, sendo fluído e bem impressionante, quero já! 😀
    Beijos

  8. Tive a oportunidade de solicitar esse livro na editora, mas dei a vez a minha colega de blog. Ainda assim sabia que futuramente compraria o livro, pois me agradou a sinopse. Gostei de ler sua resenha pois, deixou um pouco mais claro o que esperar dele. Breve estarei mergulhando nesse suspense.
    Abraço
    Ni
    Cia do Leitor

  9. Hey,
    Eu também gosto de livros que realmente tem um desenvolvimento, e acho que isso iria acabar me deixando tensa, ansiosa para descobrir os motivos do assassinato. Então fiquei bem interessada, além da premissa em si também ser interessante. Agora quero ler.
    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

  10. Oi, tudo bem?
    Esta é a segunda resenha que leio deste livro, achei a premissa dele um pouco chatinha, mas fiquei completamente presa a sua resenha que quero ler ele logo >.<
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui