Resenha: A Grande Ilusão- Harlan Coben

0
3429

 

Harlan Coben é um autor que dispensa qualquer apresentação. Mesmo com seus altos e baixos, ele possui um público fiel, que dificilmente irá ser desagradar com alguma de suas obras, já que foram conquistados pela temática narrativa e pequenas reviravoltas de suas obras.

Em A Grande Ilusão, seu 29º livro publicado, Coben apresenta uma intrigante trama, cheia de mistérios e desconfianças, que bagunçam a mente da protagonista- e dos leitores. A história apresenta Maya, uma ex-piloto de guerra que acaba de voltar do campo de batalha e acaba se deparando com a morte de seu marido poucos dias após seu retorno. Ou pelo menos é o que ela achava, até se deparar com uma filmagem de segurança de sua casa que mostra seu falecido marido. Então, começa o verdadeiro mistério, como pode um falecido aparecer no vídeo? Será que ele forjou sua morte? E se forjou, qual o motivo por trás disso? Maya precisa correr contra o tempo para proteger a si e seus entes queridos desse perigo eminente.

O livro leva o leitor por uma intrigante trama que revela um desfecho impressionante. Através de todo esse mistério, o autor consegue surpreender com o final apresentado, novamente usando sua fórmula de narrativa que inicialmente parece conter vários clichês de investigação, mas se revela totalmente diferente no término.

Cheio de intrigas e mistério, A Grande Ilusão é uma obra agonizante que irá agradar aos fãs e aos não familiarizados com as histórias do autor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui