Poucas adaptações de quadrinhos ou mangás ganham uma resenha conosco. A Menina do Outro Lado é uma dessas raras exceções.

O segundo volume continua com a mesma narrativa introspectiva através do Sensei, que mantém seus pensamentos em como proteger Shiva.

-> Veja a resenha do primeiro volume clicando aqui.

Interessante nesta proteção -que parece ser mais do que apenas do mundo exterior-, é que Sensei a protege muito mais do emocional, sempre se questionando como ela reagirá ao descobrir sobre a maldição e que sua Tia não retorne. Chega ao ponto de tanta introspecção, que acaba entrando em um mundo apenas seu e não percebe que isso acaba ferindo a pequena Shiva.

Outros amaldiçoados entram na história e aos poucos o universo deste fantástico mangá vai se desenrolando, ou tornando-se mais misterioso.

As respostas não são dadas. Mais perguntas são feitas pelos leitores, através de Sensei e com ele vamos mergulhando em busca das soluções, mas ficamos tão longe do sol que não percebemos que esta jornada em ir até o fundo nos deixará longe desta luz e poderá nos afogar.

A segunda edição da editora Darkside mantém a qualidade de seus lançamentos. A capa dura e o papel interno com uma gramatura maior, facilitam a leitura em qualquer lugar, principalmente para aqueles que gostam de ler em transporte, já que tem uma boa pegada por ser de lombada quadrada e poder virar suas páginas com uma única mão.

Este novo volume trás no final dois extras da história interna, que te faz perguntar sobre a criação e onde o autor se baseou para contar esta história.

A Menina do Outro Lado é um mangá intimista, sobre o quanto tememos por quem amamos, mas não percebemos a dor que podemos causar, assim como podemos nos destruir nesta busca.

Resumo
Nota do Thunder Wave

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui