quinta-feira, 4, março, 2021

Resumo

As Sombras do Mal: As fitas de Blackwood - Volume 1 é um livro que vale a pena não apenas por ser de Guilherme Del Toro e Chuck Hogan, mas por abordar um tema que envolve mistério e suspense de uma forma divertida sem ser cômica, mas ao mesmo tempo inebriante e cheio de emoção.

Resenha | As Sombras do Mal – Guilhermo Del Toro e Chuck Hogan

Histórias escritas por Guilherme Del Toro são para qualquer fã do suspense e terror dar uma parada. Mas o difícil é ficar parado com a história apresentada. Ainda mais quando o livro é escrito em parceria com um dos escritores que é colocado como um dos melhores da atualidade no estilo suspense, por ninguém mais que Stephen King.

Desta parceria de Del Toro com Chuck Hogan, nasceu o livro As Sombras do Mal: As fitas de Blackwood – Volume 1, da editora Intrínseca. O livro narra o encontro improvável entre a agente do FBI Odessa Hardwicke e o enigmático Hugo Blackwoood. Ao testemunhar um crime brutal e inexplicável e se ver forçada a tirar a vida do companheiro de trabalho, Odessa passa a questionar sua sanidade e seu futuro. Ela não consegue entender o que de fato aconteceu, mas tem uma única certeza: viu um vulto saindo do corpo do amigo, uma presença aterrorizante e maligna que jamais se apagará de sua mente.

Obrigada a realizar serviços burocráticos após o episódio, ela encontra fitas antigas ao organizar os pertences de um agente aposentado, e são essas fitas que a levarão até Hugo Blackwood. Fascinante e traiçoeiro, o homem pode ser a chave para desvendar o que aconteceu com o parceiro de Odessa e, mais ainda, a chance de defender a humanidade de uma ameaça sem rosto: os incorpóreos.

Espíritos vis que se alimentam de emoções e que se apoderam de suas vítimas, essas criaturas estão sempre prontas para abraçar o êxtase da morte e do caos. Blackwood conseguiu capturar três delas, e agora, ao lado de Odessa, parte em busca da última, em uma jornada perigosa que pode levá-los em direção ao abismo.

O livro é uma mistura de mistério com suspense sobrenatural, com um personagem, Blackwood, que é quase um Holmes saído do século passado e caindo no nosso do nada. O personagem é fascinante, principalmente com suas “aulas” sobre o uso correto de palavras que atualmente usamos erroneamente.

Os outros personagens da trama, como Odessa Hardwicke dão o charme a esta história envolvente, pois eles acabam se tornando o próprio leitor, principalmente nas partes que são as mais absurdas, fazendo perguntas que faríamos sem o menor remorso, a final de contas, é quase impossível acreditar no sobrenatural em um mundo real.

E esta parte se torna interessante, pois As Sombras do Mal não tratam o leitor como alguém que deve aceitar tudo o que está escrito só porque é um livro. Ele vai além com explicações históricas, científicas (até onde pode) e te faz questionar a todo instante através de Odessa se o que está acontecendo é real ou apenas produto de sua imaginação que já virou loucura.

As Sombras do Mal: As fitas de Blackwood – Volume 1 é um livro que vale a pena não apenas por ser de Guilherme Del Toro e Chuck Hogan, mas por abordar um tema que envolve mistério e suspense de uma forma divertida sem ser cômica, mas ao mesmo tempo inebriante e cheio de emoção.

Ajude-nos a crescer! Visite e siga-nos no Instagram para ter acesso a toda a informação em primeira mão sobre o universo do entretenimento e da tecnologia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave