Resenha: Bruxa da Noite- Nora Roberts

16
14943

 

Era, e sempre seria, parte dos três. Era, e sempre seria, uma bruxa da noite de Mayo, cheia de poder e luz.

Bruxa da Noite é o primeiro volume da Trilogia Primos O’Dwyer, escrita por Nora Roberts.

Nora Roberts é uma aclamada escritora, geralmente amada pelo leitores, e com razão! Essa que vos fala é uma das milhões de fãs de Roberts, assim como de livros que envolvem magia, por isso a Trilogia dos Primos O’Dwyer caiu como uma luva pra mim.

Tudo começa em 1263,onde Sorcha, conhecida como Bruxa da Noite,  é perseguida pelo poderoso bruxo Cabhan, que deseja seus poderes. Sorcha tem três filhos, Brannaugh, Eamon, e Teagan, a quem passa seus poderes e legado de Bruxa da Noite após falhar em sua tentativa de derrotar Cabhan.  Os três herdam também a sina de derrotar Cabhan.

Já em 2013, descobrimos que Cabhan ainda não foi derrotado e busca vingança. Os herdeiros de sangue de Sorcha são os irmãos Branna e Connor, juntamente com a prima, Iona, que ainda não sabe de seu legado. Quando Iona viaja para a Irlanda, o circulo é finalmente completo e a luta começa. Não demora muito para ela aceitar seu destino, se mudar para a casa dos primos e conhecer os amigos que os ajudam: Boyle, Fin e Meara.

Este primeiro volume é mais focado em Iona, mesmo que não seja apenas nela. A narrativa mostra seu ponto de vista, sua mudança, adaptação e a intimidade que cria com os novos conhecidos. Esse foi um dos toques mais interessante da narrativa da trilogia, cada um dos volumes é focado mais na vida de um dos três.

Por que não pedir tudo quando nunca se sabe o que a vida vai lhe oferecer?

O contraste que Roberts criou na obra é muito interessante. A parte da Irlanda, não apenas os irmãos como os amigos, são muito unidos. Já Iona vem de uma família que não se importava muito com ela, com exceção de sua vó, de quem herdou sua linhagem mística. Esse contraste é muito explorado na construção da personagem.

Bruxa da Noite tem uma leitura rápida e gostosa, mesmo tendo algumas partes bem previsíveis. Roberts junta seu talento para romances, com um pouco de suspense e uma rica quantidade de informações místicas. É uma leitura praticamente obrigatória para os fãs de Nora Roberts e de enredos que envolvem magia. Claro que promete agradar também aos não fãs, por ser uma história envolvente do inicio ao fim.

Próximos volumes da trilogia:

Trilogia dos Primos O'Dwyer

Resumo
Nota do Thunder Wave

16 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui