quarta-feira, 30, setembro, 2020
Início Filmes Críticas Crítica: A Filha do Meu Melhor Amigo

Crítica: A Filha do Meu Melhor Amigo

Polêmica cansativa

Romances polêmicos são temas recorrentes nas obras americanas. Empregado em várias maneiras, o tema costuma agradar e talvez por isso nunca saia de moda e esse é assunto principal de A Filha do Meu Melhor Amigo (The Oranges), que narra um romance, como o próprio título indica, de um homem e a filha de seu melhor amigo.

E a trama tentou polemizar bastante,indo além do romance incomum e retratando todos os aspectos mal vistos em uma relação:a diferença de idade, a proximidade entre os pais e até mesmo o fato dele ter participado da criação da menina. O roteiro nos apresenta David Walling (Hugh Laurie), vizinho e muito unido com seu melhor amigo Terry Ostroff (Oliver Platt), do tipo quase irmão. A família Walling e Ostroff são realmente unidas, constantemente dividindo refeições e bons momentos, chegam até a ter participações significativas na criação dos filhos alheios. Até que Nina (Leighton Meester) retorna para casa depois de uma desilusão amorosa e, apesar das tentativas da família em uni-lá com Toby (Adam Brody), filho de David, ela decide que prefere ficar com o pai dele.

Fica clara a intensão de polemizar, a menina de 24 anos querendo ficar com o cara com mais do dobro da idade que é praticamente um pai para ela, mas falharam no desenvolvimento. Há uma tentativa muito falha de empregar humor, que acaba atrapalhando a tensão necessária para engajar essa história e no fim, o longa fica cansativo e sem propósito, sem conseguir cativar o público.

Acaba que nem as conhecidas atuações salvam a obra. Sem saber achar o equilíbrio entre comédia e drama, a trama acaba ficando vazia e consequentemente, as atuações também. Hugh Laurie e Leighton Meester não possuem muita química, resultando em um casal sonso e inexpressivo. Meester em especial estrega muito mal seu papel, conhecida por Glossip Girls, a atriz falha muito na sua atuação, constantemente aparecendo sem esboçar nenhuma reação para as diferentes situações. Já o resto do conhecido elenco é tão pouco explorado que mal podemos ver uma atuação vinda deles.

David e Nina
Laurie e Leighton | Imagem: Europa Filmes

A Filha do Meu Melhor Amigo tinha uma premissa interessante, que podia render um bom drama, mas falhou. Infelizmente, acabou sendo um filme que não encontra seu equilíbrio e fica sem propósito, chegando a ser cansativo e não agregando basicamente valor nenhum.

Veja a ficha técnica e elenco completo de A Filha do Melhor Amigo

 

Quer comentar sobre as produções com pessoas que possuem o mesmo interesse? Entre no nosso grupo do facebook e comece a discussão!

Nota do Thunder Wave
Sem saber achar um equilíbrio entre o drama e a comédia, o longa perde o propósito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,008FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,359SeguidoresSeguir

Desafio Sob Fogo Brasil e América Latina: Três brasileiros disputam a...

0
Cléber, Milton e Sandro estão entre os quatro finalistas da terceira temporada da competição que aqueceu os corações dos cuteleiros amadores. Qual brasileiro conquistará o tricampeonato?

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave