domingo, 17, outubro, 2021

Crítica: A Filha do Meu Melhor Amigo

Polêmica cansativa

Romances polêmicos são temas recorrentes nas obras americanas. Empregado em várias maneiras, o tema costuma agradar e talvez por isso nunca saia de moda e esse é assunto principal de A Filha do Meu Melhor Amigo (The Oranges), que narra um romance, como o próprio título indica, de um homem e a filha de seu melhor amigo.

E a trama tentou polemizar bastante,indo além do romance incomum e retratando todos os aspectos mal vistos em uma relação:a diferença de idade, a proximidade entre os pais e até mesmo o fato dele ter participado da criação da menina. O roteiro nos apresenta David Walling (Hugh Laurie), vizinho e muito unido com seu melhor amigo Terry Ostroff (Oliver Platt), do tipo quase irmão. A família Walling e Ostroff são realmente unidas, constantemente dividindo refeições e bons momentos, chegam até a ter participações significativas na criação dos filhos alheios. Até que Nina (Leighton Meester) retorna para casa depois de uma desilusão amorosa e, apesar das tentativas da família em uni-lá com Toby (Adam Brody), filho de David, ela decide que prefere ficar com o pai dele.

Fica clara a intensão de polemizar, a menina de 24 anos querendo ficar com o cara com mais do dobro da idade que é praticamente um pai para ela, mas falharam no desenvolvimento. Há uma tentativa muito falha de empregar humor, que acaba atrapalhando a tensão necessária para engajar essa história e no fim, o longa fica cansativo e sem propósito, sem conseguir cativar o público.

Acaba que nem as conhecidas atuações salvam a obra. Sem saber achar o equilíbrio entre comédia e drama, a trama acaba ficando vazia e consequentemente, as atuações também. Hugh Laurie e Leighton Meester não possuem muita química, resultando em um casal sonso e inexpressivo. Meester em especial estrega muito mal seu papel, conhecida por Glossip Girls, a atriz falha muito na sua atuação, constantemente aparecendo sem esboçar nenhuma reação para as diferentes situações. Já o resto do conhecido elenco é tão pouco explorado que mal podemos ver uma atuação vinda deles.

David e Nina
Laurie e Leighton | Imagem: Europa Filmes

A Filha do Meu Melhor Amigo tinha uma premissa interessante, que podia render um bom drama, mas falhou. Infelizmente, acabou sendo um filme que não encontra seu equilíbrio e fica sem propósito, chegando a ser cansativo e não agregando basicamente valor nenhum.

Veja a ficha técnica e elenco completo de A Filha do Melhor Amigo

 

Quer comentar sobre as produções com pessoas que possuem o mesmo interesse? Entre no nosso grupo do facebook e comece a discussão!

Nota do Thunder Wave
Sem saber achar um equilíbrio entre o drama e a comédia, o longa perde o propósito.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,959SeguidoresSeguir
4,239SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave