segunda-feira, 19, outubro, 2020
Início Filmes Críticas Crítica: A Grande Aposta

Crítica: A Grande Aposta

A crise imobiliária que atingiu os EUA em 2007 foi um evento mundialmente conhecido, que afetou muitas famílias e é considerado um dos piores momentos da economia do país. A Grande Aposta (The Big Short) se foca em explicar a grande bolha imobiliária de 2007, com um impressionante toque cômico.

Baseado no livro escrito por Michael Lewis, a obra se inicia em 2005, quando Michael Burry (Christian Bale) começa a prever os acontecimentos, baseado em números e fatos que ninguém mais conseguiu, e assim descobre a bolha. Burry percebe que o mercado imobiliário entrará em colapso e começa a apostar contra os bancos. Sua atitude é considerada absurda e com isso começa um falatório entre os acionistas que fizeram as vendas para Burry, fazendo com que algumas pessoas fiquem de olho nessa teoria. Jared Vennett (Ryan Gosling) é o primeiro a ouvir falar e perceber que Michael está certo. Por uma coincidência, Vennet acaba entrando em contato com o escritório de Mark Baum (Steve Carell), e assim ele e seus sócios Porter Collins (Hamish Linklater), Danny Moses (Rafe Spall) e Vinnie Daniel (Jeremy Strong) se juntam a Vennet no esquema.

Critica A grande Aposta

Paralelamente, conhecemos dois jovens tentando traçar seu caminho por Wall Street. Jamie Shipley (Finn Wittrock) e Charlie Geller (John Magaro) descobrem os feitos de Burry e, após pesquisar e constatar que a bolha realmente existe, também começam a apostar contra os bancos, com a ajuda do experiente e agora já aposentado Ben Rickert (Brad Pitt). A trama se desenvolve de 2005 a 2007, explicando como a crise aconteceu, quem de fato conseguiu lucrar com ela e as consequências da mesma.

Grande Aposta

Mesmo sendo voltado para o lado documentário, o tom informal do longa é impressionante. Os jargões e rotinas da bolsa de ações não são fáceis de compreender, por isso usaram de cenas cômicas para fazer a explicação dos mesmos, empregando alguns exemplos bem práticos. Em algumas delas, utilizaram até mesmo alguns nomes mais populares, como Selena Gomez e Anthony Bourdain.

As atuações, como era de se esperar com um elenco de peso desses, não deixam nada a desejar. Bale entrega um personagem isolado socialmente de uma maneira incrível, não é necessário mais do que uma fala pra informar o motivo dos problemas psicológicos de seu papel e já temos nas breves aparições e feições de Bale todas as explicações necessárias. Steve Carrell também surpreende em seu papel, saindo muito do tom cômico que estamos acostumados a ver, nos apresenta um lado muito sombrio, com um personagem que desacredita de tudo por causa de um forte trauma recente em seu passado.

Um fato curioso da obra é que, mesmo sabendo que a crise irá destruir várias famílias, somos levados a torcer para que ela de fato aconteça, apenas para que esse time todo consiga seus lucros. Outro ponto a ressaltar é o foco do filme na crise, evitando ao máximo colocar assuntos pessoais do elenco, apenas o extremamente necessário para a construção dos personagens, e ainda assim, muito breve e sutilmente.

Mesmo sendo maravilhoso, A Grande Aposta tem um pequeno problema: o público restrito. Não são todos os brasileiros que se interessam pela economia americana, e nem têm a obrigação de se interessar, por isso o filme pode ficar um pouco cansativo pelo excesso de jargões e foco apenas nessa economia. Ainda assim, até para os menos fãs do assunto, acredito que as maravilhosas atuações e cortes da obra sejam suficiente para entreter durante suas 2 horas de duração.

A Grande Aposta estréia nessa quinta, 14 de janeiro nos cinemas brasileiros.

Veja a ficha técnica e elenco completo de A Grande Aposta

 

Nota do Thunder Wave
A Grande Aposta explica de uma maneira simples os bastidores da grande crise imobiliária do EUA, porém acaba caindo no problema de ter um público muito restrito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,000FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,356SeguidoresSeguir

Eclipse | Sinais de possessividade e obsessão

0
A personagem Bella é um desafio. Em momentos ela se impõe, em outros ela se submete ao que os outros querem. Percebemos, o que um relacionamento abusivo pode se tornar no decorrer da obra, porém, não deixa de ilustrar a realidade. Afinal, a realidade e a ficção andam de mãos dadas.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave