sexta-feira, 25, setembro, 2020
Início Filmes Críticas Crítica: A Série Divergente - Convengente

Crítica: A Série Divergente – Convengente

Como a maioria das obras atuais baseadas em sagas adolescentes, a série Divergente teve as adaptações do último volume divididas em duas partes, Convergente é a primeira delas, que será seguida por Ascendente.

Em Convergente, finalmente temos a explicação de como o mundo se dividiu em facções e o que existe além do muro. Após a morte de Jeanine e a mensagem de Edith Prior ser revelada, Tris (Shailene Woodley), Quatro (Theo James), Caleb (Ansel Elgort), Peter (Miles Teller), Christina (Zoë Kravitz) e Tori (Maggie Q) partem para além do muro.

Chegando lá, descobrem um mundo destruído. Uma nova sociedade, extremamente tecnológica, foi criada e lá Tris descobre ser “Pura” e por isso muito importante para ajudar a salvar a população. David (Jeff Daniels) começa a coordenar pesquisas com o DNA de Tris, mas Quatro sente que tem algo de errado acontecendo.

Convergente
Convergente Imagem: Divulgação

O Roteiro de Noah Oppenheim e Adam Cooper foi muito bem escrito, conseguindo transformar o que era o livro mais parado da saga em uma trama quase frenética. Usando de cenas de ação, até mesmo nas explicações sobre como Chicago foi criada, os roteiristas conseguiram manipular o tédio que a obra de Verônica Roth dá em sua primeira metade.

As atuações aqui estão mais confusas, Shailene, que até então vinha entregando bem seu papel, não convence como deveria nas cenas mais dramática. Em contraste, Theo James se destaca mais, praticamente roubando a cena. Naomi Watts também se destaca em sua maravilhosa atuação como Evelyn.

Convergente não se difere das outras obras da saga, por isso irá agradar aos que gostaram dos antecessores e desagradar aos que não gostaram. Para os fãs dos livros, digo novamente que a adaptação é muito boa, conseguindo superar a original em alguns momentos.

Dirigido por Robert Schwentke, A Série Divergente – Convengente estréia nessa quinta, 10 de março, nos cinemas.

Nota do Thunder Wave
Convergente segue os mesmo padrões dos longas antecessores, prometendo agradar aos que já gostavam da franquia, mas sem agregar nada para quem não simpatizou com os primeiros filmes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,008FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,360SeguidoresSeguir

Resenha | Com amor, Simon

0
Com amor, Simon é uma história de amor adolescente que aquece qualquer coração e nos faz torcer para que eles fiquem juntos e que consigam superar todos os conflitos, dificuldades e julgamentos que essa nova realidade lhes reserva... todo amor é válido.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave