sexta-feira, 15, outubro, 2021

Critica: Ela

Não existe algo pior que a solidão, ou talvez exista e seja exatamente isso o que Ela (Her) quis mostrar. Ela se ambienta em um mundo contemporâneo onde as máquinas dominam tudo e todos e a as relações pessoas se tornam mais digitais do que físicas.

O personagem central Theodore Twombly ( Joaquin Phoenix) é um homem muito solitário que esta se divorciando de sua mulher Catherine (Rooney Mara) , ele também é infeliz no trabalho onde ao não conseguir ser escritor de livros, trabalha como escritor de cartas. Além disso tudo sua vida é basicamente ir do trabalho para casa e vice versa, sendo o videogame é a sua maior diversão e saindo muito pouco com a melhor amiga e confidente Amy (Amy Adams).

her-movie-2013-screenshot-catherine-and-theodore.jpgw1024-254x136
Ela | Imagem: Divulgação

Porém um dia voltando para casa ele adquire o OS1 (um sistema operacional com inteligência artificial que tem capacidade de ter pensamentos próprios) , a voz do sistema  Samantha, interpretada pela linda Scarlett Johansson é apaixonante e  logo de cara Theo cria um vinculo com o Ela e começa a viver um relacionamento que ultrapassa a amizade.

MV5BMTA0MDgwMTU4MjheQTJeQWpwZ15BbWU4MDE5MDYzNzAx._V1_SX640_SY720_Ao longo do filme observamos que não é somente Theo é conectado com Ela, percebemos que todo o mundo pós moderno deixa de lado as relações pessoas para se dedicar aos sistemas operacionais , pois estes não  tem problemas e estão ali somente para ajudar . Mas Theo começa a se apaixonar muito por Samantha onde ele consegue concluir o seu  divorcio mas  dispensando um encontro as cegas (Olivia Wilde maravilhosa como sempre).

Mas qual não é a surpresa de Theo ao descobrir que o sistema operacional não está apaixonado somente por ele, e sim por todas as pessoas com qual ela se comunica todos os dias, Theo entra em desespero e percebe que nem tudo é o que parece ser. 

Her-Joaquin-Phoenix1Particularmente eu gostei do longa, pois a mensagem sobre o mundo estar se tornando algo mais impessoal e nos distanciando das pessoas fez com que isso gerasse uma reflexão sobre o quanto ficamos “conectados” e se isso vale a pena ao abrir mão das coisas que fazíamos antes (como sair para bater papo com os amigos) para ficar o dia em uma tela de computador. O elenco é mesmo bem reduzido ficando claro quanta a solidão de Theo e de todas as pessoas tem se tornado maior.

Ela é escrito e dirigido por Spike Jonze , eu costumo gostar bastante dos seus longas como Quero ser John Malkoviche Onde Vivem os monstros  onde a mensagem gera sempre uma reflexão sobre a nossa vida. Vale a pena conferir Ela para refletir e perceber o quanto o seu celular esta se tornando mais seu melhor amigo do que a pessoa do seu lado.

Veja a ficha técnica e elenco completo de Ela

Quer comentar sobre as produções com pessoas que possuem o mesmo interesse? Entre no nosso grupo do facebook e comece a discussão!

Nota do Thunder Wave
A trama e uma interessante reflexão sobre o amor e a solidão.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,959SeguidoresSeguir
4,239SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave