terça-feira, 1, dezembro, 2020
Início Filmes Críticas Crítica: Mogli- O Menino Lobo

Crítica: Mogli- O Menino Lobo

A versão mais madura do clássico da Disney

É quase impossível falar de Mogli- O Menino Lobo e não fazer uma viagem no tempo por todas as lembranças de sua infância. Exatamente por isso, o novo longa da Disney irá agradar adultos e crianças, revivendo uma conhecida história com novos e lindos detalhes. Baseado no The Jungle Book (O Livro da Selva) de Rudyard Kipling, Mogli já teve sua vida contada pela Disney na animação de 1967 e agora retorna aos cinemas como Live- Action.

Mogli (Neel Sethi) é um menino criado por lobos. Quando pequeno foi encontrado pela pantera Bagheera (voz de Ben Kingsley) e levado para a alcateia de Akela (voz de Giancarlo Esposito), onde foi adotado pela loba Raksha (voz de Lupita Nyong’o) e criado como um de seus filhos. Porém, o perigoso tigre Shere Khan (voz de Idris Elba) encara o “filhote de homem” como uma ameaça, perseguindo o garoto.

Para não deixar sua alcateia em risco, Mogli acaba sendo levado por Bagheera para a aldeia dos homens, mas o caminho é perigoso, além da ameaça do eminente ataque de Shere Khan, a floresta oferece muitos riscos.

Mogli- O Menino Lobo

Logo no inicio do filme podemos notar que o tom dele é bem mais adulto. Mesmo tendo um enredo considerado infantil, fica claro que a Disney quis oferecer uma obra leve que agrade também (ou mais) os pais. A carga mais pesada na construção das cenas deixa o espectador apreensivo durante quase todo o longa, sendo aliviada apenas nas aparições do conhecido e amado Baloo (voz de Bill Murray). Ainda assim, a emoção é o grande destaque. Essa carga pesada serve para deixar a obra ainda mais emocionante, principalmente para os adultos.

Mogli

Acredito que comentar sobre efeitos visuais da Disney seja redundante atualmente, todos nós conhecemos o potencial da empresa e Mogli- O Menino Lobo não deixa nada a desejar. O visual é realmente impressionante, principalmente na criação dos animais, que ficaram incrivelmente convincentes com a ajuda da ótima dublagem de todo o elenco. Assisti a versão legendada, por isso não posso julgar a brasileira, mas um time com Marcos Palmeira (Baloo), Dan Stulbach (Bagheera), Julia Lemmertz( Raksha), Alinne Moraes(Kaa), Thiago Lacerda (Shere Khan) e Tiago Abravanel (Rei Louie) tem que fazer bonito.

Resenha Mogli

Não podemos deixar de falar da atuação do novato Neel Sethi, que passou por um longo processo de seleção até receber o papel. O menino encara bravamente seu papel como protagonista e praticamente único ator real do filme. Não é nada fácil convencer em uma interação com seres inexistentes nas gravações e Sethi faz isso sem problemas, mostrando um talento digno de gente grande.

Quem, como eu, cresceu assistindo e se apaixonando pela animação, irá amar a nova versão. Boa sorte tentando não cantar “ Somente o Necessário” em voz alta no cinema! 😉

Dirigido por Jon Favreau, o longa chega amanhã, 14 de abril, nos cinemas.

Veja a ficha técnica e elenco completo de Mogli- O Menino Lobo

Nota do Thunder Wave
O longa mostra a história do Menino Lobo de uma maneira mais madura e convincente, da qual promete agradar crianças e adultos.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

6,970FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,355SeguidoresSeguir

Crítica | Dash&Lily

0
Dash & Lily é uma série encantadora e que através dos desafios feitos pelo caderno nos traz uma reflexão sobre enfrentar os nossos próprios medos e a sair da nossa bolha. O mundo pode ser um lugar incrível quando nos abrimos pra ele.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave