segunda-feira, 28, setembro, 2020
Início Filmes Críticas Crítica: O Lar das Crianças Peculiares

Crítica: O Lar das Crianças Peculiares

O Lar das Crianças Peculiares, título encurtado do livro O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, do qual o longa foi baseado, possui uma trama tão diferente que praticamente gritava pelo Tim Burton. E assim foi feito, essa semana estreia nos cinemas o filme dirigido por ele.

Ultimamente, o diretor vem despertado uma relação de amor e ódio, alternando entre obras boas e outras de qualidade um tanto questionáveis. Em O Lar das Crianças Peculiares, Burton se encontrou novamente e conseguiu colocar toda sua essência no filme, mas perdeu a de Ransom Riggs. A questão é que a história original de Riggs é tão peculiar (com o perdão do trocadilho), que deu espaço para a mente de Burton vagar livremente, coisa que ele fez, sem medo de mudar drasticamente o enredo original.

  • Veja a resenha do best seller de Ransom Riggs clicando aqui 

Não que isso seja um problema, na realidade a transformação de O Lar das Crianças Peculiares em algo realmente voltado para o infanto-juvenil, com a ambientação típica de tudo que o dedo de Tim Burton toca, se encaixou muito bem, deixando o filme ótimo para o publico, porém com grandes chances de desagradar os fãs do livro.

A trama nos apresenta Jake (Asa Butterfield) um garoto comum que após a morte de seu avô resolve descobrir se o orfanato em que eram ambientadas as suas histórias é real. Lá, ele descobre várias crianças com poderes diferentes, chamadas de peculiaridades, protegidas pela durona, porém bondosa, Miss Peregrine (Eva Green).

resenha-o-lar-das-criancas-peculiaresO problema começa quando Barron (Samuel L. Jackson), um peculiar que criou os monstros chamados de Etéreos em uma experiência mal sucedida, começa a perseguir os peculiares “ do bem”.  No filme, os etéreos precisam se alimentar dos olhos das crianças para se transformarem de volta em humanos, um detalhe criado por Burton (e sua obsessão por olhos), pois no livro eles se alimentam das próprias crianças. O interessante é que essa mudança amenizou muito os ataques, deixando próprios para serem assistidos por crianças.

o-lar-das-criancas-peculiares-eva-greenO incrível elenco escolhido para o longa funciona muito bem, ao menos na parte principal. Eva Green, que sempre está perfeita em seus papéis, repete sua perfeição entregando uma Miss Peregrine equilibrada e amorosa, mas com muita garra. Asa Butterfield mostra que, mesmo crescido, não perdeu sua graça juvenil e atua perfeitamente como o garoto deslocado. E claro, Samuel L. Jackson está mais do que incrível como um vilão sarcástico.

As crianças, entretanto, deixam a impressão de que foram pouco desenvolvidas. Diferente da obra original, que se foca apenas em um grupo formado por elas, o roteiro optou por mostrar todas, sempre juntas, e isso funcionou muito bem , mas faltou retratar o pesar de tudo que passaram e como isso as tornou incrivelmente unidas.

o-lar-das-criancas-peculiares

Em suma, O Lar das Crianças Peculiares possui muitas mudanças, porém a maioria com um propósito e se encaixa muito bem nesse universo criado por Tim Burton. Algumas são feitas para dar um tom cômico (tem muitos momentos engraçados), outras para tornar menos maçante alguns trechos do livro, e todas acabam ficando bem harmoniosas. Resgatando os bons tempos do diretor, o longa é uma ótima diversão, com fantasia suficiente para deixar até mesmo o mais cético dos adultos acreditando nessas peculiares crianças.

Nota do Thunder Wave
Mesmo com todas as mudanças em relação ao livro original, O Lar das Crianças Peculiares consegue agradar e entreter, sempre mantendo o padrão das obras de Tim Burton.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,008FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,360SeguidoresSeguir

Desafio Sob Fogo Brasil e América Latina: Três brasileiros disputam a...

0
Cléber, Milton e Sandro estão entre os quatro finalistas da terceira temporada da competição que aqueceu os corações dos cuteleiros amadores. Qual brasileiro conquistará o tricampeonato?

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave