domingo, 24, outubro, 2021

Crítica: O Quarto de Jack

Confesso que essa crítica foi uma das mais difíceis de fazer. Não por falta do que falar do filme, longe disso, é uma obra tão profunda e tão completa, que tudo que gostaria de comentar corre o risco de virar spoiler. Por isso, vou me focar apenas no básico dessa linda história.

Baseado no livro Quarto, de Emma Donoghue, o longa mostra uma trama muito original. Jack (Jacob Tremblay) é um esperto garoto de cinco anos que vive com sua mãe Joy (Brie Larson) em um pequeno quarto. Rapidamente descobrimos que eles não saem desse quarto, pois Joy foi sequestrada quando tinha dezessete anos, engravidou e teve Jack, tudo isso enquanto estava trancafiada nesse barracão. Já faz sete anos que Joy vive nessa prisão.

O Quarto de Jack (Room) é a obra mais emocionante entre os indicados ao Oscar deste ano. É impressionante ver como Joy conseguiu levar uma vida dentro de um pequeno quarto, enquanto criava um filho sem deixar transparecer a maldade em que viviam. A maneira como Jack vê o mundo, do qual ele nem sabe que existe no inicio, chega a ser reflexiva, afinal, ele precisou de tão pouco para ser feliz e nós, com toda essa dimensão ao nosso alcance, raramente estamos plenamente satisfeitos.

Critica o quarto de jack

O longa fica ainda mais bonito no segundo ato, quando Joy começa a explicar ao filho a situação em que vivem. Demora até mesmo para ele entender que tudo que ele vê na TV, única distração existente no quarto, realmente existe. Mesmo que eu não possa falar muito sobre os melhores aspectos de O Quarto de Jack, posso dizer que as consequências desse sequestro são profundamente exploradas no plano psicológico, tanto em Joy quanto em Jack, e vão muito além do enclausuramento.

Brie Larson, ainda pouco conhecida entre os cinéfilos, se revela uma grata surpresa para o cinema. O pequeno Jacob Tremblay  não fica atrás, o ator mirim é uma grande promessa. Juntos, possuem uma sintonia impressionante, o que ajuda muito a deixar O Quarto de Jack ainda mais sentimental.

Lindo e profundo, O Quarto de Jack é um filme que todos devem assistir. Aconselho que assistam com o mínimo de informações possíveis, pois até mesmo o trailer solta um pequeno spoiler.

Dirigido por Lenny Abrahamson, O Quarto de Jack estreia dia 18 de fevereiro nos cinemas brasileiros.

Nota do Thunder Wave
Lindo, emocionante e com um grande peso filosófico, O Quarto de Jack é uma obra que deveria ser vista por todos.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,958SeguidoresSeguir
4,238SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave