sexta-feira, 18, setembro, 2020
Início Filmes Críticas Crítica: Força Maior

Crítica: Força Maior

Casamento é uma relação complicada, baseada principalmente em confiança. Mas o que acontece quando a pessoa com quem está casado te abandona em um momento de intenso perigo?

Força Maior (Force Majeur) discute exatamente esse dilema quando Tomas (Johannes Kuhnke) sai correndo durante uma avalanche, deixando sua esposa Ebba (Lisa Loven Kongsli) e seus filhos Harry (Vincent Wettergren) e Vera (Clara Wettergren) para trás.

A família estava passando cinco dias de férias para esquiar nos Alpes franceses. No meio de um agradável almoço, uma avalanche ameaça atingir o restaurante. Rapidamente Ebba começa a gritar para seu marido Tomas por socorro enquanto tenta proteger seus filhos, mas esse já está longe do local. Nada de grave acontece com essa avalanche e todos apenas voltam para seu almoço, mas agora o clima está pesado entre o casal.

Força Maior

É claro que isso abala as férias e por mais que o casal tente agir como se nada tivesse acontecido, eventualmente o assunto vem a tona e Ebba demonstra sua chateação. Nós espectadores começamos a refletir junto, afinal, você se sentiria traído (a)? Perderia a confiança em seu parceiro (a)? Foi egoísmo ou apenas instinto de sobrevivência?

Essa reflexão que fazemos internamente durante todo o filme vem à tona dentro do mesmo quando um casal de amigos, Mats (Kristofer Hivju) e Fanini (Fanni Metelius) são envolvidos. A discussão chega a abalar a confiança dos recém envolvidos em seu relacionamento.

Force MajureMas além de tudo isso, temos o lado do marido. Se temos a opinião de que ele agiu errado, chegando a abandonar seus entres queridos, como será que ele se sente? Imagine a culpa que um ser humano deve sentir em ter deixado a desejar com sua família, um homem que supostamente deveria proteger e prover para a mesma. Isso também acaba levantando a questão da necessidade dos cuidados do homens ser cada vez menor com o passar dos tempos, com as mulheres se tornando cada vez mais autossuficientes e ativas fora de casa.

Força Maior é uma obra prima, feita para analisar situações e relacionamentos modernos, mostrando que o importante é estarmos unidos. Além do ótimo trabalho do sueco Ruben Östlund no roteiro e direção, a fotografia do longa é incrível, juntamente com as atuações, principalmente de Johannes Kuhnke, com algumas cenas mais emocionalmente intensas.

Força Maior ganhou o prêmio da Un Certain Regard, seção paralela de Cannes e ficou entre os finalista para indicados a melhor filme estrangeiro no Globo de Ouro e Oscar de 2015.

Força Maior chega dia 5 de março aos cinemas brasileiros.

Veja a ficha técnica e elenco completo de Força Maior.

Nota do Thunder Wave
Analisando profundamente relacionamentos e confiança, Força Maior é uma obra que te permite refletir sobre a vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,011FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,361SeguidoresSeguir

Brooklyn Nine-Nine | Série exibirá episódio sobre brutalidade policial na 8ª...

0
Brooklyn Nine-Nine vai exibir uma história sobre a brutalidade policial na 8ª temporada. Depois de supostamente desfazer-se de pelo menos quatro episódios...

Crítica: Greenleaf – 3ª Temporada

6
Desde que Greenleaf estreou no catálogo da Netflix Brasil, a série arrebatou a atenção e também, a predileção da audiência. Já de cara, a...
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave