Filmes que relatam histórias familiares costumam ter um grande apelo dramático, assim como os baseados em fatos e os que trabalham crianças. Lion: Uma Jornada para Casa reúne todos esses elementos e consegue balanceá-los sem apelar para o dramalhão, mantendo a carga sentimental necessária.

A trama é focada em Saroo (inicialmente interpretado por Sunny Pawar), um garoto indiano que se perde de seu irmão Guddu (Abhishek Bharate) quando entra em um trem e acaba indo para longe. Depois de sofrer nas ruas e no orfanato, acaba sendo adotado por uma família Australiana.

Crítica | Lion- Uma Jornada para Casa 1
Lion- Uma Jornada para Casa / Imagem: Reprodução

No segundo ato vemos Saroo já adulto (interpretado por Dev Patel), que foi muito bem educado pela mãe adotiva (Nicole Kidman) e o pai adotivo (David Wenham). Bem sucedido e encaminhado na vida, Saroo vivia bem, construindo um relacionamento estável com Lucy (Rooney Mara), até que se lembra de sua infância e fica obcecado por encontrar novamente sua família.

Apesar de ser uma história pronta, a construção do roteiro se mostra muito competente. A carga emocional fica por conta da mudança de comportamento de Saroo, que passa de um rapaz alegre e familiar para um melancólico, preocupado e paranóico. Ele acredita que durante cerca de 20 anos a família sofreu por sua perda na Índia e agora precisa remediar imediatamente. Dev Patel se mostra novamente muito competente, conhecido por seu papel em Quem Quer Ser um Milionário?, o ator abraça sem dificuldades a mudança drástica de seu personagem, representando muito bem seu sofrimento.

Crítica | Lion- Uma Jornada para Casa 2
Lion- Uma Jornada para Casa / Imagem: Reprodução

Mas ouso dizer que mesmo atuando divinamente, Patel é ofuscado pelo talento da versão mirim de seu personagem. Sunny Pawar é um tesouro, que abraça seu papel e o entrega com uma carga emotiva impressionante para alguém da sua idade.

A direção eficiente de Garth Davis se mostra essencial para a qualidade da obra, sem as cenas e cortes estratégicos da Índia e Austrália, muito da emoção ficaria perdida. Por ser uma produção guiada praticamente por um personagem, a união de uma boa direção e as ótimas atuações das duas versões de Saroo é extremamente necessária para um bom resultado final.



Lion: Uma Jornada para Casa é um emocionante relato de uma história real. Do inicio ao fim, a trama te envolve, prende e mexe com seus sentimentos. Com ótimas atuações e um roteiro que se preocupa em não deixar nenhum buraco nas explicações, é um filme que sem dúvidas irá prender sua atenção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui