Resenha: Depois Daquela Montanha – Charles Martin

0
10898

 

Situações extremas costumam dar uma perspectiva diferente para a vida dos envolvidos. É isso que Depois Daquela Montanha, publicado no Brasil pela Editora Arqueiro, defende em sua trama.

O romance é focado em Ben e Ashley, um médico e uma jornalista que estão presos no aeroporto devido a uma tempestade. Ben tem uma cirurgia na manhã do dia seguinte e Ashley os últimos preparativos do seu casamento, por isso não podem esperar para pegar o voo nos próximos dias. Na esperança de chegar em casa mais rápido, Ben contrata um jatinho e oferece uma “carona” para Ashley.

No caminho, a cena mais improvável acontece e o piloto sofre um ataque cardíaco mortal. De alguma maneira, ele consegue pousar o jato, mas em uma reserva florestal atolada de neve e longe de qualquer civilização. Para piorar, Ashley sofre lesões graves no acidente, entre elas uma perna cruelmente quebrada. Ben usa de seus conhecimentos médicos para tentar salvá-la,porém a sobrevivência no local parece quase impossível, visto que ninguém sabia do voo particular deles e Ben precisa arranjar uma maneira de tirar os dois dali praticamente sozinho.

Charles Martin criou argumentos muito bons para deixar a história convincente, Ben além de médico é um cara radical, que costumava fazer escaladas e correr. Por isso, além de ajudar a parceira com seus conhecimentos de cura, também sabe muito de sobrevivência e possui muitos equipamentos úteis. Ashley não é um peso morto, mesmo estando incapacitada por conta de seus ferimentos, consegue manter o amigo são com seu comportamento centrado e seu senso de humor. A dupla se completa, sem os atributos de cada um não teriam durado um dia na neve.

Paralelamente à sobrevivência dos dois, vamos conhecendo a história de Ben e sua esposa. Através de um gravador, do qual usa para gravar tudo que quer falar pra ela ( a explicação da origem desse gravador é muito fofa), ele relembra seu casamento e explica o que aconteceu até agora.

O autor mostra uma linda história de amor, com uma grande moral e uma reflexão para o leitor. Entretanto, não foge dos padrões comumente vistos em romances, por mais que Charles tenha inovado um pouco e colocado umas reviravoltas no caminho. A narrativa é muito gostosa, fluida e um pouco informal, somada com os capítulos curtos, deixa a leitura fácil e gostosa.

Depois Daquela Montanha já tem um filme marcado pra sair em 2017, protagonizado por Kate Winslet e Idris Elba. Ao termino da leitura, percebemos que essa é uma trama que tem tudo para ser adaptada mesmo, prometendo um longa no melhor estilo Nicholas Spark.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui