Resenha: Detalhe Final- Harlan Coben

10
7865

 

Harlan Coben é um nome bastante conhecido entre os escritores de romances policiais. Com cerca de 8 livros do gênero publicados, o autor se destacou entre o público com seus mistérios, porém, Detalhe Final não conseguiu agradar muito.

Detalhe Final nos mostra mais um caso investigado por Myron Bolitar e seu parceiro Win, quando o problemático Clu Haid, um de seus agenciados, é morto e sua sócia acusada do assassinato. Durante quase 300 páginas, acompanhamos os passos da investigação enquanto algumas dicas sutis são dadas, em meio a alguns assuntos paralelos.

O problema de Detalhe Final é ser bem cansativo. A temática esportiva não me agradou e os detalhes da mesma tornaram o livro bem disperso para mim. Outro grave problema é a mesmice. Quem está acostumado com as obras do autor, vai perceber que ele caiu em um problema de repetição, o que eventualmente acaba cansando. Quem não leu nada dele, aconselho que não comece por esse, pois além de ser o mais chatinho dele, também tem muita referência de acontecimentos nas obras anteriores e com certeza o leitor irá se perder nelas.

Pelo lado positivo, o humor afiado de Coben ajuda bastante a leitura. Quando as informações da empresa ou explicações esportivas começam a cansar, uma frase de cunho humorístico chega para salvar. Além disso, o desfecho é muito satisfatório, o motivo do assassinato e revelação do assassino são bem interessantes, não deixando nada a desejar.

“Big Cindy estava sentada na chuva, de ombros caídos. Ao menos achou que fosse ela. De longe, parecia um fusca estacionado em frente aos degraus da entrada.”

A ambientação desse livro é bem curiosa, o mesmo foi originalmente publicado em 1999 e não foi atualizado quando traduzido no Brasil. O resultado foi uma pequena viagem no tempo não intencional, onde percebemos que tem algo “errado”, mas só comprovamos o que é quando usam um Disquete, Windows 98 e etc. Aí sim dá pra entender todas as referências antigas em um livro atual, cuja temática não envolve qualquer tipo de viagem ao passado.

“Um jukebox tocava “Every Little Thing She Does Is Magic”, do Police. Myron tentou contar quantas vezes Sting repetia as palavras every little. Perdeu a conta quando chegou a um milhão. “

Resumindo, é um bom livro, mas cansativo. Até mesmo os fãs de Coben não estão gostando muito de Detalhe Final, por isso, não aconselho MESMO que leia sem ter lido os outros. Quem já conhece o autor, comece a leitura tendo em mente que não será o melhor livro dele que lerá…

 

10 COMENTÁRIOS

  1. Oii, como vai?
    Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler nada do Harlan e quero muito ler! Achoq ue irei começar com esse mesmo hahaha parabéns pela resenha!
    Beijos
    segredosliterarios-oficial.blogspot.com

  2. Oi.

    Ao contrário de você, achei Detalhe Final, muito bom, um dos melhores livros do autor no quesito Myron Bolitar.

    Harlan Coben está começando a mostrar um pouco da vida de outros personagens de suma importância na série.

    Big Cindy e Win foram importantes para a trama e o desenvolvimento.
    Pena que não lhe agradou.

    Beijinhos, Helana ♥

    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

  3. De Harlan eu li Seis anos depois e não funcionou. Achei os personagens chatos, a história cansativa.Talvez eu volte a ler livros do autor, mas por enquanto não. Pela sua resenha, talvez não volte nunca, pois parece que não perdendo grandes coisas.

    Beijos!

  4. oi. acredita que eu não li nada do autor ainda? pois é.
    pow eu não sou mt fã de livros que tenham algo relacionado a esporte pq nem sempre consigo me concentrar, mas eu tento.
    vixi é péssimo quando um autor cai na mesmice, ai fica repetindo-se pra vida toda. é dificil sair. espero gostar da leitura, mas n vou começar com esse xp

  5. Hey!
    Já ouvi bastante sobre o autor e algumas amigas até realizaram leitura das obras dele, mas eu nunca tive essa oportunidade. Porém não é por falta de vontade, pois sempre vejo comentários positivos a respeito da escrita dele. Me desanimou o fato de o livro ser cansativo. Tenho experiências horríveis com enredos assim… Mas se a chance de ler aparecer, com certeza lerei. :3

    Beijos,
    Fernanda Goulart
    http://imperioimaginario.blogspot.com/

  6. Oie!
    Eu não leria o livro porque Coben não é pra mim, já tentei algumas vezes, mas não consigo.
    Ele é a leitura atual do meu noivo e ele está bem empolgado até o momento, ele é mega fã.
    Vamos ver daqui para o final.

    Lisossomos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui