segunda-feira, 27, setembro, 2021

Resumo

Era uma vez em Hollywood foi lançado pela Editora Intrínseca em formatinho, dando ao leitor uma forma diferente de se ler, como os famosos livros de bolso do século passado, com páginas maleáveis e que você pode levar para onde quiser.

Resenha | Era uma vez em Hollywood – Quentin Tarantino

Leia o livro, assista ao filme. Bem, desta vez é o contrário. Quentin Tarantino entra para o universo da literatura ao lançar seu livro Era uma vez em Hollywood, adaptado de seu filme de mesmo nome que chegou nas salas de cinema em 2019. A sua obra agora em páginas, foi lançado pela Intrinseca em formatinho, o que dá um grande destaque a este pulp.

Leia também: Resenha | Ripley Subterrâneo- Patricia Highsmith

Caso ache que o livro não valha a pena e seja apenas o roteiro do longa, pode tirar esta ideia da cabeça e adquirir o romance. Era uma vez em Hollywood possui sim os elementos do filme, como seus personagens e acontecimentos, mas como sempre acontece com os livros, ele vai muito mais além.

Para quem assistiu ao longa de Tarantino e depois lê o livro, irá perceber que nem ao menos chega-se na metade da obra e os acontecimentos finais do longa já foram mostrados, te deixando com a pergunta cheia de palavrões de como ele irá narrar isso tudo.

Leia também: Resenha | Jogador Número 2 – Ernest Cline

Tarantino consegue com um texto totalmente no presente, diferente de outros estilos que lemos tudo como “ele pegou o carro e foi até…” e aqui ele escreve “ele pega o carro e segue”, já te coloca em sincronia com os acontecimentos no momento e não como uma história que aconteceu.

Isto é mais do que interessante para levar o leitor junto da aventura como se estivesse ali presente e não apenas um espectador que está sentado ouvindo uma história. Outro ponto é conhecer mais dos personagens centrais como Cliff, que no filme tem sua história contada, mas que deixa alguns pontos em aberto para interpretações. Já no filme, tudo é esclarecido ao modo Tarantino de ser, o que torna algo trágico em cômico.

Leia também: Thunder FIC’s | Dica de livros para aprender sobre roteiro

Rick Dalton também ganha mais profundidade e caso não tenha entendido seus problemas emocinais, agora irá saber porque ele vai de um ponto ao outro nestas emoções. Além disso, o universo de Hollyood é criticado por um Tarantino que sabe expor os maiores pecados da indústria estadunidense e explicar a diferença entre o cinema estrangeiro e o “enlatado”.

Tarantino novamente consegue surpreender, mesmo depois de anos brincando com a mente de seus fãs e do cinema. Era uma vez em Hollywood é uma obra cheia de história da indústria de entretenimento e da cultura pop, com personagens que mesmo que jamais tenham existido, são tão vivos quanto aqueles que tiraram a vida de pessoas que se tornariam lendas.

Era uma vez em Hollywood foi lançado pela Editora Intrínseca em formatinho, dando ao leitor uma forma diferente de se ler, como os famosos livros de bolso do século passado, com páginas maleáveis e que você pode levar para onde quiser.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave