Resenha: Eu Estive Aqui – Gayle Forman

0
15868
Eu estive aqui Book Cover Eu estive aqui
Gayle Forman
240
Arqueiro
15/06/2015

Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida.

Site oficial Compre

 

 

Quando peguei Eu Estive Aqui para ler, ainda não conhecia as outras obras de Gayle Forman. Comecei a leitura sem muita ambição, mas o livro me cativou rapidamente e em algumas horas já tinha finalizado a obra, querendo mais.

Eu Estive Aqui é, acima de tudo, uma história de superação. Acompanhamos o sofrimento de Cody quando ela descobre que sua melhor amiga acabou de cometer suicídio. Meg era uma menina inteligente, estava atualmente na faculdade quando mandou um e-mail para Cody e seus pais dizendo que tinha resolvido acabar com sua vida tomando veneno em um quarto de motel. A personalidade de Meg já foi muito bem apresentada apenas mostrando como ela se matou, visto o quanto ela planejou esse suicídio.

Se tem uma que funde minha cabeça é o seguinte: a vida após a morte. E se houver mesmo uma vida após a morte, e ela for tão ruim quanto a vida de agora?”

Quando os Garcia (pais de Meg) pedem a Cody que busque as coisas da filha na faculdade, Cody acaba descobrindo que a morte da amiga é mais do que aparenta. Ela acaba lendo alguns emails e descobre que Meg estava saindo com o guitarrista de uma banda, Ben McCallister, e resolve ir a fundo para descobrir os segredos que ficaram entre os dois. Para ajudar, Cody encontra uma pasta criptografada no computador de Meg,  que só aumenta sua curiosidade e suspeitas.

Cody é uma garota determinada, batalhadora, e bastante teimosa. O modo dela de lidar com a perda é tentando descobrir o motivo da decisão de Meg. Por isso ela se torna obcecada por essa busca, dando um maravilhoso tom de suspense na obra. Mesmo tendo um tema tão pesado, Eu estive Aqui tem uma narrativa leve e muito gostosa.

O modo como Forman escolheu finalizar o livro e lidar com um assunto tão delicado é impressionante.  Forman é jornalista e o caso relatado no livro é baseado em uma matéria em que participou. Por isso, ela escolheu fazer uma obra com um tom explicativo, rico em informações.  Tem muitos fatos interessantes que ela vai apresentando no desenvolvimento dos acontecimentos, principalmente como a vida de Meg era melhor em relação a de Cody, que ressaltam a mensagem que a autora quis deixar. Gostaria muito de comentar sobre eles aqui, mas é impossível sem dar spoiler.

Eu Estive Aqui é uma leitura maravilhosa, que te prende do começo ao fim.  Quem leu qualquer um dos outros sucessos da autora vai amar esse livro. Quem não leu, aconselho que leiam, tenho certeza que vão amar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui