Resenha: Gavião Arqueiro- Pequenos Acertos

0
17133

 

Gavião Arqueiro: Pequenos Acertos é o encadernado capa dura da Panini que reúne as edições Hawkeye #6 a Hawkeye #11, com um tema um pouco fora do convencional: O que Clint Barton faz quando está de férias dos Vingadores?

Pequenos Acertos segue o padrão da coletânea anterior, Gavião Arqueiro: Minha Vida Como Uma Arma, mantendo a qualidade dessa que é considerada uma das melhores da Marvel nos últimos anos. Isso se deve ao seu estilo, que foge dos grandes eventos e explora, de uma maneira divertida e dramática, o dia-a-dia de um homem comum.

Novamente, Matt Friction entrega um excelente roteiro com diálogos alternando de uma maneira muito satisfatória entre o humor e o drama. As ilustrações de David Aja remetem aos quadrinhos antigos, lá no começo das HQs, deixando as revistas ainda mais informais e únicas. A união desses dois elementos resultou em um encadernado de qualidade indiscutível.

Gavião Arqueiro divide o estrelato com Kate Bishop, a Gaviã Arqueira, mas ainda recebe o maior foco. A relação dos dois forma um contraste muito interessante nessa HQ, mesmo dividindo a mesma identidade, possuem personalidades bem diferentes. Barton é explorado como cidadão comum, errando constantemente e até mesmo sendo um pouco menosprezado pelos vizinhos. Seu lado emocional também é colocando aqui, ressaltando em vários momentos que ele é o tipo solteirão com problemas de relacionamento.

A criatividade com certeza é o ponto alto em Pequenos Acertos. Para provar, as primeiras edições brincam com o tempo, sendo narradas de forma não linear, usando datas anteriores e futuras para explica cada evento.

Gavião Arqueiro: Pequenos Acertos, assim como o volume anterior, é uma leitura mais do que recomendada. Por seu teor diferenciado, promete agradar até mesmo os menos fãs de quadrinhos, afinal, não é exatamente um quadrinho de Super-Herói.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui