Resenha | Guerra do Velho- John Scalzi

0
4948

Resenha | Guerra do Velho- John Scalzi 1Para ser bem sincero, se não fosse por recomendação, o título Guerra do Velho não me atrairia nem um pouco para ler o livro. Foi graças à uma dica que iniciei a leitura da obra de John Scalzi e posso dizer que valeu a pena.

A história se passa num futuro em que a humanidade já habita outros planetas, mas o problema é que não somos os únicos procurando planetas para colonizar, diversas raças alienígenas fazem o mesmo, e a maioria deles é hostil aos humanos. Portanto é preciso ter um exército forte sempre em expansão para conquistar novas colônias e defender as já existentes.

O único porém é que a idade mínima para se alistar nesse novo exército espacial é de 75 anos, e é exatamente isso que o protagonista John Perry faz no dia do seu aniversário, se alista no exército, que atrai idosos para se alistarem com promessas de trazer de volta a sua juventude.

Com uma escrita descontraída, e sem rodeios ou enrolações, o livro flui num passo acelerado, talvez até demais em alguns momentos. Infelizmente não há muito tempo para se apegar a muitos personagens, no máximo uns dois ou três, mas o foco em nenhum momento é ficar criando muitas relações entre personagens, é ação praticamente o tempo todo.

Explorando o tema viagens interplanetárias, Guerra do Velho até possui algumas explicações físicas sobre as viagens e sobre outros meios de transportes utilizados pelo exército. A criatividade do autor fica evidente durante toda a obra, para descrever os procedimentos e testes realizados durante o treinamento dos novos soldados e também para algumas batalhas. Com um destaque especial para uma parte que os humanos desejam obter respostas de um raça alienígena chamada Consu, a maneira como o ritual acontece é realmente bem diferente, achei uma das melhores partes, sem dúvida.

Antes mesmo que você se dê conta, já estará no fim do livro, que é ação praticamente do começo ao fim, recomendo a todos que desejam uma leitura simples, prazerosa e despretensiosa, claro, se ficção científica for o seu tipo de livro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui