Resenha: Homem-Aranha: A Última Caçada de Kraven- Neil Kleid

0
6857

 

O livro Homem-Aranha: A Última Caçada de Kraven é um romance adaptado dos quadrinhos de J. M. DeMatteis e Mark Zeck. Originalmente, a história fora lançada no ano de 1987, dividia em seis partes e publicada nas respectivas HQs: Web of Spider-Man, The Amazing Spider-Man e The Spectacular Spider-Man. Basicamente, o manuscrito contará a história de Peter Parker que pretende revelar sua identidade à Mary Jane Watson, sua namorada de longa data. Algumas coisas acontecem para que os planos de Peter saiam não exatamente como o herói planejou. Nesse meio tempo, surge Kraven, o Caçador.

“Porém, agora eu sei, homem-aranha. eu compreendo, meu enganado inimigo. as falsas verdades foram arrancadas e a fera real revelou seu rosto. aqui em minha casa, eu enfrento tanto o meu inimigo quanto meu opositor mais irritante. e ele sou eu.”

O vilão denomina-se o maior caçador do mundo e por muito tempo, levou sempre a pior e acumula em seu currículo vilanesco, inúmeras derrotas humilhantes. Filho de aristocratas russos, decide manter-se de pé com seus títulos e afim de “limpar sua barra”, lança sobre o Homem-Teia um ultimato: destruí-lo. Kraven acredita que a destruição de Peter será completa, caso ele consiga matá-lo, assumindo o lugar do herói logo após sua aniquilação.

Resenha: Homem-Aranha: A Última Caçada de Kraven- Neil Kleid 1
Capa | Foto/Reprodução: Editora Novo Século

De fato, é uma história de loucura e tragédia. E que vai te prender do início ao fim. Juro que se não fosse a trama e a escrita de Neil Kleid, eu não leria o livro em apenas algumas horas, justamente pelo fato da edição ser econômica – lembram quando eu disse que iria contar o tal motivo? – A experiência de leitura de um livro no formato econômico, é algo que deixa qualquer leitor bem chateado pelos simples motivos do produto não conterem as tais páginas amareladas, orelha e uma fonte agradável.

“(…) em cima de cada jornal, sob o cabeçalho, letras maiúsculas gritavam três palavras em tipos de sessenta pontos, acima de uma foto de arquivo bem composta do homem-aranha, creditada a Peter Parker: herói ou ameaça? (…)”

Por falar no autor, que bela escrita, ele tem. Embora tenha sido adaptada de uma graphic novel, ele bem que poderia acrescentar algumas coisas para enxertar a trama e fazer com que o livro ficasse enorme. Mas justamente por ter sido uma adaptação de um quadrinho, o leitor que tiver contato com Homem-Aranha: A última Caçada de Kraven, encontrará acontecimentos bem rápidos, com capítulos curtos que te darão uma velocidade na leitura. Contido de cinco partes, um prólogo e três epílogos, o livro será devorado.

Lançado pela editora Novo Século, Homem-Aranha: A Última Caçada de Kraven faz parte de uma incrível coleção, que em parceria com a Marvel, traz aos fãs de super-heróis, alguns bons títulos adaptados de outras HQs, títulos esses que merecem nossa atenção e que sem sombra de dúvidas, é uma ótima maneira de ser imerso no universo dos quadrinhos.

Resumo
Nota do Thunder Wave

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui