Resenha: It- A Coisa- Stephen King

1
3489
It: A coisa Book Cover It: A coisa
Stephen King
1104
Ficção, Terror
Suma de Letras
4/08/2014 (nova edição)

Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa.

Encontre Compre

 

 

It- A Coisa deve ser a obra mais conhecida de Stephen King. Mesmo que nem todos tenham lido esse ótimo e extenso livro, o palhaço Pennywise, que protagoniza o terror, é conhecido por todos e, com a ajuda das adaptações cinematográficas, acaba tendo sua trama conhecida sem a necessidade de uma leitura completa.

No livro, a cada 27 anos uma ameaça, que se apresenta como Pennywise mas é conhecida popularmente como Coisa, ataca a cidade de Derry, no Maine. Essa coisa parece estar particularmente interessada em crianças e durante meses elas desaparecem e posteriormente são encontradas mortas. O grupo conhecido como “Os Otários”, formado pelas crianças Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly enfrentou a Coisa pela primeira vez em 1958, na tentativa de vingar a morte de Georgie, irmão mais novo de Bill. Em 1985, Pennywise está de volta e o grupo precisa retornar para enfrentar novamente essa ameaça, pois são os únicos que possuem o conhecimento necessário para derrotá-la.

Parece um terror comum, mas It- A Coisa vai muito além. Stephen King trata de preconceito, desvios comportamentais, problemas de criação e outros assuntos relevantes em sua trama. Por mais que o foco principal seja o horror que cerca as mortes, várias críticas são feitas a todo momento.

As críticas mais gritantes são focadas no grupo de crianças que protagoniza a obra. Cada um deles sofre Bullying– geralmente do valentão Henry e sua turma- ou problemas em casa, por razões diferentes. Ben é gordo; Richie usa óculos, além de se meter em encrenca por ter a língua solta; Stan é Judeu e, assim como Mike que é negro, sofre perseguições por isso; Eddie é hipocondríaco por culpa da mãe super protetora; Beverly sofre por ser chamada de vadia apenas por ter amigos homens, além de sofrer violência doméstica e, por fim, Bill é gago e se sente abandonado pelos pais após a morte do irmão.

E esses são apenas os principais problemas que o livro aborda. Ao longo da leitura outros personagens são desenvolvidos e outros assuntos relevantes são tratados. Desde tendências psicopatas a homofobia, King impressiona por conseguir explorar inúmeras questões sociais e por sua capacidade de desenvolver muito bem todos os personagens apresentados, mesmo que tenham aparecido poucas vezes.

“Em poucas palavras, a Escola Derry era o típico carnaval educacional confuso, um circo com tantos picadeiros que o próprio Pennywise talvez passasse despercebido.”

Com 1004 páginas, It- A Coisa é uma leitura que requer paciência e talvez uma boa dose de coragem. Stephen King costuma ser descritivo, sem ter medo de ousar tanto na linguagem quanto nos acontecimentos, e nesse não é diferente. Entretanto, por mais que em alguns momentos possa ficar um pouco cansativo, é exatamente essa riqueza em detalhes que dá qualidade à obra, sendo responsável pelo suspense que consegue prender completamente a atenção do leitor e pelo enorme terror psicológico presente.

It-A Coisa se revelou uma leitura mais do que gratificante. Com um ótimo conteúdo, uma trama incrivelmente bem fechada, uma enorme carga de terror -tanto na violência quanto no psicológico-, um bom alívio cômico em partes certeiras e personagens cativantes, o livro compensa a grande quantidade de páginas e deixa um sentimento gratificante em seu desfecho.

Veredito
Nota do Thunder Wave
Compartilhar

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here