Resenha: Justiceiro Max- Frank

0
18760

 

Justiceiro Max: Frank é o novo encadernado da Panini que reúne as edições Punisher Max 12 a 16, publicadas nos EUA em 2011. O selo MAX Comics é a linha adulta da Marvel Comics.

Justiceiro Max: Frank se passa após a briga do Justiceiro com o Mercenário. Frank Castle vai parar na prisão, onde boa parte dos seus colegas de cela estão ali por sua causa e por isso desejam ser os responsáveis por sua morte. Acontece que Castle criou uma fama tão grande que poucos tem coragem para enfrentá-lo. Paralelamente, conhecemos mais a fundo o passado de Frank Castle, há 36 anos, quando ele saiu do Vietnã.  Descobrimos que seu retorno para casa não foi tão bom quanto o esperado e Frank já era um homem completamente mudado pela Guerra.

O roteiro de Jason Aaron é simplesmente sensacional, ele consegue mesclar drama e ação, sem economizar nos conflitos internos de Frank. Aaron realmente consegue nos passar o pesar do personagem. Sua narrativa especula se Castle já não era o homem sombrio que conhecemos antes de perder sua família, enquanto nos mostra sua batalha interna para decidir se ainda possui o desejo de viver.

Justiceiro

Em parceria com Aaron temos os incríveis traços de Steve Dillion. Dillon é um dos meus desenhistas favoritos, o modo detalhista de suas ilustrações deixa seu trabalho muito realista e esse é um grande diferencial em uma história dessas. Além dos detalhes de sangue que parecem existir em todas as cenas, Dillon tem o cuidado de marcar o rosto de Frank de acordo com suas emoções, é impressionante como ele consegue passar o sentimento do personagem apenas com o desenho de seu rosto. Os Flashbacks do passado exigem o constante rejuvenescimento e envelhecimento de Castle, tarefa que Steve Dillion conseguiu completar sem nenhuma dificuldade.

Frank Castle

As HQ’s voltadas para o público adulto da Marvel são ótimas e o Justiceiro é um dos melhores personagens delas. Com um enredo explorando a fundo o psicológico do fuzileiro, Justiceiro Max: Frank é uma revista sensacional, praticamente obrigatória em toda estante dos leitores da Marvel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui