Resenha: Lendas do Universo DC- Mulher-Maravilha vol.3

0
5728

 

Dando continuidade à saga de 1987 da Mulher-Maravilha, o terceiro volume de Lendas do Universo DC- Mulher-Maravilha reúne as edições 15 a 19 de Wonder Woman e a 600 da action comics.

O volume anterior teve um foco maior em recuperar a parte mitológica, já esse busca um equilíbrio entre os dois mundos de Diana. Iniciando o interesse romântico entre a Mulher- Maravilha e o Superman, a trama mostra o começo da inevitável atração dos dois sem deixar as batalhas envolvendo os Deuses de lado.

Resenha: Lendas do Universo DC- Mulher-Maravilha vol.3 1
Mulher- Maravilha e o Superman | Imagem: Panini

A saga, aos poucos, diversifica os vilões. Inicialmente focando em uma luta com Ares, no encaderno antecessor investiu em novas batalhas contra seres mitológicos, mas também apresentou uma nova vilã na Terra. Agora, os inimigos são bem diversificados, passando de uma típica vilã como a Cisne Prateado para Semideusas poderosas e chegando a malvados de longa data na DC, como o Darkseid.

A cada nova HQ, mais do potencial publicitário da Mulher-Maravilha é explorado. Começando por mostrar como ela era adorada pelos mortais, agora a imagem dela é abertamente explorada, com direito a uma publicitária usurpadora em sua cola. Esse detalhe no roteiro de George Peréz é interessante para apresentar a influência da heroína, que se torna igualmente importante na vida real. Também abre uma discussão interessante sobre o abuso da imagem de uma pessoa importante em busca dinheiro, mantendo uma visão interessante e realista de como uma mulher com super- poderes seria explorada na Terra.

Essa saga é incapaz de ficar obsoleta ou cansativa, repetindo os elementos certos e trazendo outros que mostram pontos interessantes, continua sendo uma cada vez mais importante na vida dos fãs que querem conhecer a fundo essa maravilhosa personagem.

Veja todos os volumes da saga

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui