terça-feira, 29, setembro, 2020

Resumo

Malorie mantem o tom apreensivo e cheio de analogias que fizeram de Caixa de Pássaro um sucesso.

Resenha | Malorie- Josh Malerman

Continuação do sucesso Caixa de Pássaros, Malorie tem seu aguardado lançamento simultaneamente no Brasil pela editora Intrísenca.

12 anos após os acontecimentos de Caixa de Pássaros, Malorie e seus filhos são obrigados a sair do local seguro onde moravam por causa de uma pista de possíveis sobreviventes. Desta vez, a jornada será bem diferente, visto que Olympia e Tom são agora adolescentes e possuem forte opiniões sobre o mundo e a superproteção de Malorie.

Novamente, a narrativa de Josh Malerman entrega uma obra sufocante, onde o risco das criaturas estarem mais fortes se mescla com o terror materno de filhos adolescentes com opiniões próprias e o constante risco de se colocar em perigo. Tom é um inventor que tenta melhorar a maneira que vivem através de novas ideias, que sua mãe desaprova, já que são altamente perigosas. Isso cria uma tensão constante entre os dois, com o filho sempre achando que a mãe é paranoica e desrespeitando boa parte de suas regras. Já Olympia virou mais realista, entendendo o ponto de vista da mãe. Por ter lido muitos livros, ela acredita saber como era o mundo antes do ataque e o que Malorie passou para manter todos seguros.

Uma leitura rápida, mas muito significativa, Malorie mostra um mundo diferente, com poucas esperanças após o estranho ataque, mas com uma visão muito pessoal de adaptações às nova realidade. Assim como no volume anterior, o livro parece fazer uma analogia às mudanças da vida, apontando os medos da maternidade e principalmente, dessa complicada nova fase onde os filhos estão criando sua independência.

Através dos diferentes pontos de vista, Malerman mostra que não existe certo e errado nesse novo mundo, apenas o ousado e o seguro. Enquanto os revolucionários estão tentando viver uma vida mais confortável, entretanto arriscada, os mais conservadores, como Malorie, estão fazendo um ótimo trabalho apenas sobrevivendo. Assim como é na vida, são pontos válidos e totalmente compreensíveis de acordo com cada realidade pessoal.

Malorie é uma sequencia racional e bem amarrada, que brinca com medos comuns e consegue prender a atenção do leitor do começo ao fim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave