Invertendo os papéis das comédias românticas e trazendo o feminismo como protagonista, Match Perfeito é uma obra simples, mas que consegue inserir questões relevantes das dificuldades femininas em sua narrativa e já garantiu uma adaptação pela produtora FilmWave.

Através dos olhos de Alyssa, Match Perfeito apresenta sua vida, cujo objetivo é apenas crescer em sua profissão. Trabalhando em uma empresa de marketing, Aly faz de tudo para se destacar, inclusive finalizar os trabalhos dos outros, para conseguir a promoção que tanto almeja. Após um estranho encontro com um ex, que parece ter conseguido tudo na vida, Aly percebe em uma conversa com seus colegas, Tola e Eric, que tem um dom um tanto manipulador de incentivar os homens e assim criam a Match Perfeito, uma empresa que pretende ajudar as mulheres a melhorar seu relacionamento ao dar aquilo que esperam de seus parceiros.

As coisas parecem ir muito bem, até que a empresa é acionada por uma influenciadora, herdeira de uma empresa de areia para gatos, que precisa “dar um jeito” em seu namorado, para que seja mais atraente para seu público, mais bem sucedido e a peça em casamento. Aly se vê em um verdadeiro dilema quando descobre que o namorado é ninguém menos que Dylan, seu melhor amigo em toda a época da escola. Aly prontamente recusa a oferta, mas ao ver a mãe em dificuladade, com seu pai querendo vender a casa na qual cresceu, aceita o acordo por uma quantia enorme, que se convence ser justo para ajudar a mãe a ter onde morar.

Seguindo uma trama sobre o reencontro do amor juvenil entre Dylan e Aly, Match Perfeito continua a fórmula padrão das comédias românticas, com momentos previsíveis e desfecho inevitável. Entretanto, Lauren Forsythe acerta ao colocar elementos que expõe as dificuldades femininas, tanto em relacionamentos quanto no mercado de trabalho. Esses momentos são os que realmente levam a história para frente e prendem o interesse do leitor.

Através da mãe de Aly, a autora traz um interessante paralelo que explica a necessidade da protagonista em sempre levar a vida de todos que se relaciona para frente – menos a sua -, e sua dificuldade em se entregar a um relacionamento verdadeiro. Presenciando um relaciomento tóxico entre seus pais, que continuou inclusive após a separação, ela precisou sempre ajudar a mãe a cada volta e novo deslize do pai. Em conjunto com isso, ela passa por dificuldades no trabalho que são típicas de mulheres tentando seu lugar no mercado, fazendo o triplo do serviço para se destacar, enquanto tem que ouvir que está sendo “histérica” sempre que tenta garantir seus direitos.

Match Perfeito é um livro leve, com uma história simples e previsível, mas que entretem pelas nuances de seus personagens e fatos extremamente bem colocados que ressaltam o quanto as mulheres ainda precisam lutar pelos seu direito de se igualar nessa sociedade patriarcal. Através de uma interessante inversão de papéis, a autora apresenta uma evolução certeira da protagonista, que passa pelo seu empoderamento e foge do conhecido encontro do príncipe encantado, levando junto várias pessoas das quais consiga ajudar no caminho.

Resumo
Nota do Thunder Wave
resenha-match-perfeito-lauren-forsytheMatch Perfeito é um livro leve, com uma história simples e previsível, mas que entretem pelas nuances de seus personagens e fatos extremamente bem colocados que ressaltam o quanto as mulheres ainda precisam lutar pelos seu direito de se igualar nessa sociedade patriarcal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui