Resenha: O Beijo das Sombras- Richelle Mead

0
3479
O beijo das sombras Book Cover O beijo das sombras
Richelle Mead
320
Academia de Vampiros
Nova Fronteira
11/08/2011

Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma família real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestígio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi — os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade. Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos.

Encontre Compre

 

 

Richelle Mead criou um universo vampiresco fora do convencional quando escreveu a saga Academia de Vampiros, já que os vampiros que ela criou possuem características diferentes das que as pessoas estão habituadas a ver nesses seres. Em Vampire Academy eles não queimam no sol, controlam elementos e a maioria dos sanguessugas desse universo são mortais.

Em O Beijo das Sombras, primeiro livro da saga, a história apresenta Rose Hathaway, uma dampira, meio humana e meio vampira, cuja a missão é se tornar uma guardiã para proteger Lissa dos Strigoi, que são vampiros imortais sedentos pelo sangue dos Moroi – termo utilizado para definir os vampiros.

Lissa Dragomir é a sua melhor amiga, uma Moroi muito doce e especial. Ela é a última Dragomir de sua linhagem viva, pois perdeu seus pais e seu irmão em um acidente de carro em que ela e Rose também estavam. Rose deveria ter morrido, mas estranhamente, a dampira conseguiu sobreviver.

A trama começa com as amigas vivendo escondida entre os humanos, pois as duas fugiram da escola que além de protegê-las dos Strigoi, também as ensinavam tudo o que lhes era característico as suas habilidades. Elas logo são capturadas de volta, e além de ter que retornar a rotina de estudos, vão ter que lidar com as consequências de seus atos e com uma série de acontecimentos misteriosos que pode abalar ainda mais o regresso das duas à escola.

O foco do livro nesse primeiro volume é a descoberta dos poderes misteriosos de Lissa, que até então não tinha se especializado em nenhum elemento ainda. Nos livros, os Moroi controlam todos os elementos e sempre se especializam no que mais se sobressai. Lissa é a única de sua turma que não se especializara, mas isso não quer dizer que ela não tenha poderes.

Além de se focar nessa descoberta, o livro também introduz personagens que serão importantes para a trama não só nesse volume, como também nos próximos.

O destaque desse livro vai para a Rose Hathaway, porque ela é uma protagonista diferente do habitual. Além de estar longe de ser uma mocinha indefesa, Rose é perspicaz e muito inteligente. Ela consegue entender seus deveres muito melhor do que os adultos, mas isso não quer dizer que ela não possa agir como uma adolescente de vez em quando, e isso é o melhor.

Dimitri Belikov e Christian Ozera também são personagens muito bem construídos, que agradam ao leitor e que nos entretém ainda mais na trama.

A escrita fluida de Richelle é um bônus que só acrescenta pontos positivos em sua narrativa, já que conseguimos visualizar perfeitamente bem os cenários e situações em que Rose e seus amigos se encontram.

Por fim, Richelle conseguiu inovar o mundo vampiresco ao trazer elementos diferentes para a história, como os vampiros Moroi que conseguem sair no sol e que podem adoecer e morrer, e os Strigoi, que são os vampiros do mal que se corromperam para conseguir a imortalidade.

Como esse primeiro volume é mais uma introdução da história, dos personagens e das descobertas dos poderes de Lissa e de alguns outros elementos que são revelados em O Beijo das Sombras, a ação mesmo só acontece quase no final do livro, mas o que vem antes consegue compensar a espera.

O Beijo das Sombras, para o início de uma saga, não deixa a desejar. O mistério e a curiosidade que aguça no leitor em relação a trama é capaz de te instigar a não parar mais de ler. No começo do livro a trama se desenvolve lentamente, porém, a história vai ficando cada vez mais interessante conforme os acontecimentos vão avançando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui