Resenha: O Coração da Esfinge- Colleen Houck

0
11877

 

O Coração da Esfinge é o segundo volume da saga Deuses do Egito, escrita por Colleen Houck, mesma autora de A Maldição do Tigre, e publicada pela Editora Arqueiro.

  • Para ver a resenha do primeiro volume, O Despertar do Príncipe, clique aqui.

Em O Despertar do Príncipe conhecemos Lily e os Príncipes do Egito, que despertaram para enfrentar a ameaça de Seth. Tudo parecia resolvido, até que Lily descobre que sua ajuda é novamente necessária.

***Atenção! Pode conter spoilers para quem não leu o primeiro volume da série.***

Após Amon e Lily se separarem, o príncipe resolve se transportar para o mundo dos mortos (seria praticamente o Inferno), e com isso acaba fugindo de suas obrigações. Isso atrai a atenção dos Deuses e Anubis resolve pedir ajuda de Lily para trazer Amon de volta, visto que ela é a única capaz de convencê-lo a voltar.

Mas viajar para o mundo dos mortos não é uma tarefa fácil, por isso Lily vai precisar de toda ajuda que encontrar e no caminho passará por mudanças permanentes, das quais nem ela mesma sabe se conseguirá superar.

Num relacionamento normal eu só precisaria emprestar algum dinheiro ao cara, dar uma carona ou ajudar com o dever de casa quando ele se encrencasse. Com Amon eu precisava voar com deusas, me defender de avanços amorosos de divindades e ser caçada por superferas. Mesmo assim, eu sabia, no fundo do coração, que arriscaria qualquer coisa por ele.

Colleen repete aqui a fórmula que deu certo no volume antecessor, trazendo mais uma obra lotada de informações sobre mitologia egípcia. Por ser uma continuação, O Coração da Esfinge tem o trunfo de poder usar de personagens que já cativaram no outro livro e Colleen soube usar dessa arma para nos prender na leitura, trazendo de volta os irmãos e colocando em muitas situações apreensivas.

Novamente, beleza é o que não falta nessa obra. Seguindo o padrão da saga, sempre com capas brilhantes, a Arqueiro resolveu colocar um lindo dourado nessa, com desenhos de esfinges e imagens egípcias de encher os olhos.

A saga Deuses do Egito é uma das minhas favoritas. Cheia de mitologia Egípcia, reviravoltas, amores e personagens apaixonantes (claro, são Deuses!), é uma leitura incrível do começo ao fim. O Coração da Esfinge cumpre bem seu papel de segundo livro, trazendo de volta os personagens que tanto gostamos e deixando uma enorme brecha para ser resolvida no próximo volume.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui