Resenha: O Jardim Esquecido- Kate Morton

0
3950

 

Escrever um livro onde a jornada do personagem mistura-se entre o passado e o presente nunca é uma tarefa tão simples. Vários autores escrevem suas aventuras colocando pontos que em um certo momento irão tecer os acontecimentos de um personagem nos dias atuais. Podem ser pistas, uma carta encontrada, aquele segredo de família que sua tia avó agora com problemas da idade acaba deixando escapar e tantas outras histórias.

A ideia é fabulosa, mas o desenvolvimento nem tanto. E isso pode se tornar um pesadelo para quem está lendo, ao acabar se perdendo entre passado e os dias atuais ou gostar mais da história do passado do que a do presente. Felizmente, O Jardim Esquecido, de Kate Morton, consegue ser bem escrito e deixar o leitor bem situado nos acontecimentos, não o deixando perdido em nenhum ponto.

Não houveram deslizes de narrativa e ele está entre os meus preferidos com esta temática temporal junto de Possessão (1992) de Antonia Susan Byatt e Como Parar o Tempo de Matt Haig. Possessão ganhou um filme em 2002 estrelado por Gwyneth Paltrow e Aaron Eckhart. Não confundam com o filme de terror. Este é um drama que deixo de sugestão. O segundo, foi comprado pelo ator Benedict Cumberbatch e em breve ganhará uma adaptação.

O Jardim Esquecido é justamente uma daquelas narrativas que merece uma adaptação, seja para as telonas ou uma minissérie. A sua história possui personagens cativantes que não apenas nos envolvem, mas em muitas partes somos colocados como parte integrante de suas vidas.

A obra é uma máquina do tempo onde somos transportados para o passado e presente sem ficarmos desnorteados. A cada capítulo desejamos saber mais do que irá acontecer ou aconteceu com os personagens.

Um dos únicos problemas, fica na maneira como a autora escreve. Em algumas partes sua escrita é pesada e fica até cansativa. Mas não por culpa dela ou da história, mas sim devido aos acontecimentos do drama, que exigem que ela seja mais descritiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui