sábado, 24, outubro, 2020

Resumo

O terceiro livro mantém o tom de humor da aventura, mas começa a ficar cansativo, principalmente com o personagem em querer lembrar que não é mais um Deus a cada capítulo.

Resenha | O Labirinto de Fogo – Rick Riordan

O Labirinto de Fogo, terceiro livro da série, conta a história onde, após receber uma temida profecia do oráculo de Trofônio, Apolo e Meg viajam com um velho conhecido de Percy Jackson pelo antigo e perigoso labirinto de Dédalo. O problema é que o terceiro Imperador aguarda com novos monstros, uma poderosa aliada, e um interesse que poderá destruir o ex-deus.

As Profecias de Apolo é uma série divertida, com um tom cheio de humor, diferente das outras obras de Rick Riordan. Neste novo livro, Apolo continua com seus problemas e a narrativa se torna um pouco mais séria, mas mantendo sua base com um Deus cheio de si, em um corpo humano e com vários problemas que não sabe lidar.

O Labirinto de Fogo mantém a qualidade do autor em saber criticar, em trazer situações de perigo e em acima disso tudo, trazer soluções nada normais para sua aventura. Mas infelizmente, a trama começa a ficar um pouco cansativa, principalmente com um Apolo que continua a fazer comentários desde o primeiro livro sobre seus problemas com Zeus, de como esqueceu muitas coisas etc.

Isto tudo já está bem situado dentro da trama e o autor não precisa lembrar dentro dos capítulos que o ex-deus não consegue mais tocar como antes e é péssimo com o arco. Esse tipo de informação acaba deixando a leitura muito repetitiva, prejudicando a narrativa desse volume.

De qualquer forma, O Labirinto de Fogo possui uma história envolvente e com novos personagens que são convincentes, mesmo que pareçam um pouco deslocados em algum ponto da aventura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave