Resenha: Operação Red Sparrow- Jason Mattew

0
4146

 

Há algo muito atrativo em uma obra escrita por um ex- agente da C.I.A. Jason Mattew, escritor de Operação Red Sparrow, originalmente publicado no Brasil como Roleta Russa, trabalhou por 33 anos na diretoria do serviço secreto e transfere sua experiência para esse livro.

Dominika é uma garota especial, desde pequena tem o dom de ver sentimentos e sons através de cores. Foi esse dom que a fez ser ótima no balé, e também em ler as pessoas. Dedicada, Dominika conseguiu realizar seu sonho de infância e se tornou uma bailarina famosa, porém, tudo acaba quando aplicam um golpe contra ela, impossibilitando-a de continuar dançando.

Sem carreira, Dominika se vê sem outra opção além de aceitar a proposta de seu tio, Vanya, que precisa dela para uma missão na SVG, serviço secreto da Russia. Por se tratar do serviço secreto, é claro que ela não consegue mais sair e passa por vários treinamentos, acabando como “Pardal”, onde aprende a arte da manipulação e sedução. É só quando termina seus treinamentos que recebe sua mais importante missão: seduzir o agente da CIA Nathaniel Nash e descobrir quem é o informante Russo que está passando informações para o serviço secreto americano.

Alternando entre o ponto de vista da russa e do americano, Operação Red Sparrow mostra uma interessante rede de intrigas. Em relação às espionagens e operações, o livro é realmente interessante. Dá pra notar o conhecimento do autor ao descrever os procedimentos, principalmente por ter o cuidado de mostrar as hierarquias e o tempo necessário para alguém de fato conseguir fazer seu nome nesse trabalho. Mattew constantemente coloca uma reviravolta ou um novo personagem que balança toda a trama, mudando completamente a direção dos acontecimentos.

Já a decisão do autor em colocar comidas como elemento principal em cada capítulo é um pouco contestável. Investindo em receitas para finalizar o capítulo, Jason acaba precisando inserir algo relacionado em cada cena, com jantares e citações obrigatórias a pratos que acabam não se encaixando com a temática. Por mais que seja um diferencial interessante, parece forçar situações desnecessárias.

Entretanto, são apenas esses detalhes que prejudicam a leitura. A riqueza de informações sobre as missões e acontecimentos ditam a qualidade da obra. Operação Red Sparrow é um livro instigante e bem explicado, pecando apenas por conter algumas informações fora de contexto que podem deixar a leitura um pouco lenta nesses momentos, mas sem estragar o desenvolvimento geral da obra.

Resumo
Nota do Thunder Wave

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui