4
8490

 

Eu me senti, de uma vez, muito vulnerável e ainda totalmente segura. Mas sempre me senti assim com Jamie Fraser.

Os Tambores do Outono parte 1 é o quinto livro e quarto volume da série Outlander, escrita por Diana Gabaldon e publicada agora pela nossa parceira Editora Arqueiro.

***Atenção! Não continue a leitura se não leu os primeiros volumes da série, pode conter Spoilers.***

E continuamos acompanhando a incrível saga de Jamie e Claire Fraser. Após os acontecimentos em O Resgate no Mar, começamos a ver a adaptação do casal em sua nova vida.

Ian já está seguro com o tio e a tia, mas eles estão atualmente jogados no mundo. Por isso, Jamie resolve levar Claire, Fergus e Ian para visitar sua Tia Jocasta em River Run. A viagem é longa e complicada, mas como de costume, conseguem chegar lá sem grandes danos.

Quando instalados, percebem que Jocasta é cega e está com dificuldades em manter o enorme local sozinha, por isso tem segundas intenções quando ao sobrinho, a quem pretende deixar de herdeiro. Mas Claire não se sente confortável ali, o local é regido por escravos e tudo isso acaba sendo muito estranho para alguém do tempo dela, Jamie não se sente diferente, até porque ele mesmo já foi um escravo por um tempo, por isso os dois resolvem tentar recomeçar sua vida de outra maneira, e aí começam os novos perigos que estamos acostumados a ver. Para piorar. Claire não se esquece do tumulo de Jamie e fica constantemente apreensiva para saber quando essa morte irá fatalmente ocorrer.

Paralelamente, vemos a vida de Brianna no presente. Acompanhamos o avanço de sua relação com Roger e as repercussões da escolha de Claire na vida de Brianna. Em meio a uma busca, Roger acaba descobrindo indícios de um incêndio fatal envolvendo o casal Fraser, agora, sofre o dilema de contar ou não para a namorada, visto que eles possuem tempo para evitar, mas não os meios.

Os Tambores de Outono parte 1 é, até o momento, o livro mais lento que já li da saga. Focado apenas na adaptação do casal no novo mundo, acaba ficando muito rotineiro, quebrando o clima dos volumes anteriores, sempre recheados de aventuras. A leitura começa a fluir melhor lá pela metade da obra, mas a parte de tensão é deixada para ser apresentada na parte 2.

Diana Gabaldon finalmente resolveu abordar abertamente a escravidão, e isso me agradou muito. A história se passa em uma época onde é costumeiro ter escravos, mas até o momento esse assunto tinha sido pouco explorado, com apenas algumas menções. Agora, temos uma casa repleta deles e todas as questões de Claire sobre o assunto, uma analise mais do que necessária em uma obra dessas.

  • Confira a resenha do primeiro volume, A Viajante do Tempo, clicando aqui.
  • Confira a resenha do segundo volume, A Libélula no Âmbar, clicando aqui.
  • Confira a resenha do terceiro volume, O Resgate no Mar parte 1, clicando aqui.
  • Confira a resenha do quarto volume, O Resgate no Mar parte 2, clicando aqui.

Mesmo sendo mais lento que seus antecessores, Os Tambores de Outono parte 1 ainda é Outlander e agrada aos fãs apenas com a já conhecida, e maravilhosa, narrativa de Diana. A parte movimentada por ter ficado para a continuação, mas essa adaptação é bem necessária para os acontecimentos seguintes. Por sorte, a Arqueiro já anunciou a parte 2 para ser lançado mês que vem.

4 COMENTÁRIOS

  1. Eu fico lendo as resenhas de Outlander e vou ficando cada vez mais curioso. Li apenas o primeiro livro e decidi parar, mesmo no geral ter gostado do desenvolvimento da história. Achei interessante o fato de a autora explorar neste livro um pouco mais sobre a escravidão, acho que este é o grande trunfo dos romances históricos, conhecer o momento histórico daquela época. É uma pena que este livro tem sido mais “parado”, mas também pode ser pelo fato de um único volume ter sido dividido em dois. Enfim, estou quase me convencendo a prosseguir com a leitura dos livros desta série.

    Abraços! Lucas, Carpe Liber.
    http://livrosecontos.blogspot.com.br

    • Poxa Lucas, nem sei como você conseguiu parar no primeiro, geralmente já ficamos apaixonados nesse volume! rs

      A partir do segundo, todos são divididos em dois, e isso acaba deixando sim um mais parado que o outro, mas nada grave.

      Momentos históricos são realmente muito explorados em Outlander, a autora sempre dá um jeitinho de explicar uma batalha, guerra, ou algo pequeno porém importante. Acho que você deveria voltar logo a leitura! :p

      Obrigada pelo comentário.

  2. Oieeee. Realmente eu também considerei o mais lento e coloquei isto na minha resenha. A autora usou mais para mostrar como é a vida na América e acredito que logo no segundo vai ter mais coisas boas, mas eu estou amando tudo. Adoro Outlander!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros

    http://www.amigasemulheres.com

    • Olá!

      Acredito que nenhum volume seja lento o bastante para que os fãs cheguem a não gostar, né? Acredito que o próximo vá compensar toda a falta de ação desse, afinal, a promessa da sinopse ainda não foi explorada.

      Obrigada pelo comentário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui