quinta-feira, 22, outubro, 2020

Resumo

Para quem gosta de fantasia, As peças infernais é uma das melhores trilogias.

Resenha | Princesa Mecânica – Cassandra Clare

Princesa Mecânica é o desfecho da trilogia As peças infernais, que responde quem é Tessa, quais são os planos de Mortmain e qual sua motivação. Sem contar o triângulo amoroso: Tessa, Jem e Will, que surpreendentemente conquistou muitos fãs, mesmo com tantos leitores saturados da narrativa de dois garotos disputando o coração de uma mulher.

Antes de mais nada, é muito importante avisar para quem ainda não leu Princesa Mecânica que não veja a primeira página com a árvore genealógica dos caçadores de sombras. Já no início tem todos os spoilers sobre os casais, e as famílias Carstars, Herondale e Lightwood. Inclusive tem informações sobre os personagens da série Os instrumentos mortais, por isso tome cuidado ao abrir o livro, porque logo nas primeiras páginas temos essa informação.

Agora que Tessa e Jem estão noivos, o jovem aparenta estar cada vez melhor de saúde. Mas só depois de um certo tempo que a garota descobre que na verdade, seu noivo está tomando uma quantidade muito maior do que a necessária de yin fen, droga demoníaca. A droga, embora mantenha Jem vivo, também o mata aos poucos e quanto mais consumida, menos tempo de vida o jovem terá. Jem quer estar bem para passar o tempo que conseguir ao lado de Tessa. Desde o primeiro livro da série, ficamos apreensivos o tempo todo, porque Jem é doente e sabemos que ele não terá muito tempo de vida. E para completar, Mortmain tem comprado todas as doses do remédio e tenta fazer um acordo com Tessa para que ela se entregue e em troca ele dará todo o estoque de yin fen para Jem.

Durante a leitura, é possível perceber o porquê de o triângulo amoroso que Cassandra Clare criou é único. Jem e Will são parabai, ou seja, são irmãos e sempre defenderão a vida um do outro até a morte, cada um possui suas próprias características. Jem é o tipo de jovem mais ingênuo e meigo, quando ele está na cena, o leitor se sente seguro, ele sempre tenta manter todo mundo unido. Já Will é muito irônico e engraçado, mas tem uma certa sensibilidade. A diferença desse romance é que os dois garotos se amam tanto que querem ver o outro bem e Will, mesmo amando Tessa, abre mão dela para que Jem tenha seu final feliz. Finalmente a história de Mortmain é revelada e é explicado o porquê de ele odiar os caçadores de sombras. E nos é mostrado a dimensão dos poderes de Tessa, que é um fator muito importante para o desfecho.

O livro tem um ponto que foi muito incomum, o clímax e a conclusão da trama do “vilão” é feita quando ainda faltam 80 páginas para acabar a obra. Foi surpreendente ver que a escritora se preocupou em explicar a vida de cada personagem. Essa trilogia, além da trama, teve um apego muito grande na relação entre os personagens, então nessas últimas páginas somos levados a saber como será o futuro dos caçadores de sombras. No epílogo a autora amarrou a história de Peças infernais com Os instrumentos mortais e, de certa forma as duas coleções estão entrelaçadas, mesmo que não seja necessário ler uma para entender a outra.

Para quem gosta de fantasia, As peças infernais é uma das melhores trilogias, porque tem de tudo um pouco desde ação, momentos cômicos e cenas emocionantes, sem ser previsível e desfecho de cada um dos personagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave