Resenha: A Química- Stephenie Meyer

0
10497
A química Book Cover A química
Stephenie Meyer
496
Ficção,
Intrìnseca
10/11/2016

Ela trabalhava para o governo americano, mas poucas pessoas sabiam disso. Especialista em seu campo de atuação, era um dos segredos mais bem guardados de uma agência tão clandestina que nem sequer tinha nome. E quando perceberam que ela poderia ser um problema, passam a persegui-la. A única pessoa em quem ela confiava foi assassinada. Ela sabe demais, e eles a querem morta. Será preciso aceitar um último trabalho, e a única informação que ela recebe a esse respeito só torna sua situação ainda mais perigosa. Ela decide enfrentar a ameaça e se prepara para a pior batalha de sua vida, mas uma paixão inesperada parece diminuir ainda mais suas chances de sobreviver.

Site oficial  Encontre  Compre

 

Famosa por sua saga Crepúsculo, Stephenie Meyer possui uma legião de fãs entre o publico juvenil, mas nem sempre é bem vista entre os adultos.  A verdade é que muitos torcem o nariz à menção de seu nome por não gostarem da temática de Crepúsculo, entretanto, a autora é maravilhosa quando se trata de obras adultas, como A Hospedeira e agora com o lançamento da Editora Intrínseca, A Química.

A Química é o tipo de livro que te prende logo de cara, no conjunto capa + sinopse, que aguçam automaticamente a curiosidade. Cheia de intrigas e perigos, a trama acompanha uma ex-agente do governo fugindo de seus antigos empregadores que estão tentando matá-la. Ela passa três anos fugindo, até que recebe um e-mail de um colega pedindo sua ajuda em troca de imunidade. Desesperada, ela aceita a proposta e acaba descobrindo que as coisas não irão terminar como ela gostaria.

Quem já leu qualquer obra da Stephenie Meyer sabe como a narrativa dela é boa e esse é o grande triunfo de A Química. Meyer consegue manter a ação do começo ao fim, sempre deixando um suspense no ar. O ritmo é frenético, quando achamos que vai ter uma folga, algo novo acontece e tudo se coloca em movimento de novo, e assim vai até as últimas páginas.

Stephenie não poupou nos detalhes, mostrando que pesquisou a fundo sobre reagentes químicos e o mundo da espionagem. Outro detalhe que dá credibilidade à obra é a protagonista mudar de nome constantemente e a autora muda a narrativa junto. Ao longo da trama descobrimos sua verdadeira identidade, mas ela é citada sempre usando o nome que adotou naquele momento,sem que isso afete nosso entendimento.

Claro que romance não podia faltar e Meyer colocou uma dose de seu famoso romance rápido, não demora para os personagens se apaixonarem. Entretanto, esse é o enredo é o menos focado no amor de todas as obras da autora, claro que há momentos melosos, mas poucos e geralmente acabam logo para dar espaço à ação.

Cheio de fugas, reviravoltas e planos, A Química é uma leitura que prende o leitor do inicio ao fim, quando perceber já estará no fim do livro. É uma leitura mais do que recomendada para todos os fãs de boa intrigas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui