Resenha: The Kiss of Deception- Mary E. Pearson

0
4889

 

Consegue imaginar um livro que reúne romance, ação, suspense, aventura e magia? Talvez seria o livro perfeito? Pois saiba que esse livro existe e está tão disponível quanto qualquer coisa palpável que estiver perto de você. E se você não conhece esse livro, por favor, tire uns minutinhos de seu tempo para entender o amor por The Kiss of Deception, de Mary E. Pearson.

Falar bem de um livro quando a gente gosta é bem fácil, não é? Difícil é atirar no escuro e adquirir um livro baseado em resenhas, críticas e comentários de terceiros. Difícil também, é vencer a resistência de ler livros escritos em primeira pessoa. Me dei essa chance ao adquirir os dois primeiros livros da trilogia As Crônicas de Amor e Ódio. Se estou arrependido de tê-los adquiridos? Não mesmo.

“Será que alguém realmente viajaria tão longe a ponto de não encontrar mais seu caminho de volta para casa?”

*** Este post pode conter spoilers, mas nada que comprometa a experiência de leitura ***

A autora Mary E. Pearson nos contará a história da princesa Arabella Celestine Idris Jezelia, ou simplesmente Lia, como gosta de ser chamada. Ela é a primeira filha de uma primeira filha e reza a lenda, que toda primeira filha de uma primeira filha, carrega consigo um dom ou uma espécie de magia que trará benefícios ao seu reino e a todos que a cercam. Lia acredita que esse dom não existe, que é pura mentira pois atingira uma idade que o tal dom mágico já deveria ter se manifestado. Sua mãe, a rainha, na sua idade já possuía o tal dom e desfrutava dele.

Como se nada disso bastasse, Lia está de casamento marcado com o príncipe do reino vizinho, por puros interesses políticos e econômicos. Eles não se conhecem e ela não sabe como de fato é esse tal príncipe. Inclusive, ela escreveu uma carta para eles se encontrarem, mas o rapaz não compareceu ao encontro o que a deixou mais amedrontada. Só que é aí que acontece o que chamamos de “pulo do gato”. Com a ajuda de sua dama de companhia, Pauline, elas fogem no dia do casamento de Lia para o vilarejo de Terravin e lá, se hospedam numa pensão.

Resenha: The Kiss of Deception- Mary E. Pearson 1

“vEJO APENAS LEMBRETES DE QUE NADA DURA PARA SEMPRE, NEM MESMO A GRANDEZA. ALGUMAS COISAS DURAM (…) AS coisas que importam”

A princesa até achou que poderia ficar escondida por um tempo, mas o que ela não contava, é que surgiria em sua vida e seu tempo de estadia em Terravin, dois homens que lhe tirariam o fôlego com suas belezas, diferenças e encantamentos. Kaden e Rafe também se hospedam na pensão e dia após dia, investem em Lia com galanteios, olhares e ações suspeitas, porque um deles é o tal príncipe e o outro, um assassino de um reino onde seus habitantes são conhecidos como bárbaros. Está aí instaurado um inquérito? Não, um triângulo amoroso.

Coisas meio estranhas e mágicas acontecem ao redor de Lia e ela acaba percebendo que é decorrente de sua fuga de casa, então ela toma uma direção “X” que se contar aqui, aí sim, vai estragar a experiência de leitura. O livro é repleto de belas ilustrações e lindas grafias, que dão todo um charme à experiência de leitura e traz o clima do que de fato vamos vivenciando através dos olhos da protagonista.

Resenha: The Kiss of Deception- Mary E. Pearson 2

“Confie em seus dons, arabella, quaisquer que sejam eles. às vezes, um dom requer um sacrifício imenso, mas não podemos dar as costas a ele, assim como nossos corações não vão parar de bater”

Uma mulher empoderada é o que veremos nas páginas do livro. A escrita em primeira pessoa, nos confunde e ora somos Lia, ora somos espectadores como se tivesse os acontecimentos narrados em terceira pessoa. Mas isso é proposital da autora, que não pecou em momento algum com os capítulos – são curtos e cheios de reviravoltas, das quais chamamos de plot twist. É notório que Pearson inspirou-se em histórias de cavalarias, castelos, reinos e magia para compor sua personagem principal que não decepciona.

A editora Darkside teve todo um cuidado com a edições dos livros dessa trilogia, desde a arte da capa – destaque os livros da editora que são de capa dura: um amor, gente – até a escolha do tipo de papel incluindo a fonte em que a história fora escrita, dando uma leiturabilidade de excelência. E o que dizer do marcador de página no formato de fitinha? Fofo.

Resenha: The Kiss of Deception- Mary E. Pearson 3

“O amor é sempre uma coisa bagunçada, que é melhor quando deixado para corações jovens. Não há regras para serem seguidas (…)”

Mais do que a estética é a trama que agradou e faz com que The Kiss of Deception seja um dos lançamentos mais interessantes já realizados no mercado editorial. Juntamente com os dois últimos livros – o terceiro lançado no último mês de março -, faz com que sejam itens indispensáveis aos leitores, colecionadores de livros e donos de pequenas bibliotecas. Definitivamente, você não pode deixar de conferir esta obra prima com seus próprios olhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui