Resenha: Todos de Pé Para Perry Cook- Leslie Connor

0
3268
Todos de pé para Perry Cook Book Cover Todos de pé para Perry Cook
Leslie Connor
288
Ficção
HarperCollins Brasil
10/02/2017

Perry T. Cook tem 11 anos e mora numa prisão. Mas não deveria; ele não cometeu crime algum Perry Cook, aos 11 anos, só conheceu uma casa: o Instituto Penal Misto Blue River. Mas apesar de ter nascido e sido criado em uma penitenciária, ele não deseja viver em nenhum outro lugar; lá ele tem a mãe, a benevolente diretora e um grupo de prisioneiros divertidos e bondosos que lhe ensinam lições valiosas todos os dias. Quando, porém, o novo promotor descobre a permanência irregular de Perry em Blue River, ele resolve libertar o menino, mesmo contra a vontade dele. Em sua jornada para se reunir com a mãe, Perry vai mergulhar não só em uma investigação sobre o crime que a levou à prisão mas também em uma jornada emocionante e divertida, perfeita para fãs de Extraordinário e O menino do pijama listrado.

Site Oficial Encontre Compre

 

 

Sempre há certo receio em ler uma obra que envolve crianças e prisão. Depois de O Menino do Pijama listrado, todas parecem meio vazias e o maior medo do leitor é se deparar com uma trama sem cabimento, cheia de acontecimentos forçados.

Ao me deparar com Todos de Pé Para Perry Cook senti exatamente esse receio. A premissa vende a história de Perry, um menino de 11 anos que nasceu e cresceu na prisão onde sua mãe reside atualmente e após todo esse tempo sua situação é descoberta e um promotor o tira de lá. A primeira impressão que dá é a história seria um dramalhão, talvez até mal explicada, mas é o tipo de livro que aguça sua curiosidade e mesmo que com um pé atrás, acabamos lendo.

Ao iniciar a leitura, todos os meus medos acabaram. Leslie Connor não só soube explicar detalhadamente a situação, como conseguiu construir personagens tão cativantes que te prendem logo nas primeiras páginas.

O primeiro acerto, sem dúvidas, foi utilizar a narrativa do próprio Perry. Obras em primeira pessoa narradas por crianças sempre possuem uma carga emotiva maior e em Todos de Pé para Perry Cook não é diferente. Perry consegue explicar rapidamente sua situação, mostrando que considera o presídio de segurança mínima onde mora um lar e os residentes sua família. Ao longo dos acontecimentos descobrimos detalhes desse arranjo peculiar e vemos que a autora se preocupou bastante em não deixar pontas soltas.

O segundo acerto foi mudar o foco no momento certo. Connor toma o cuidado de deixar a rotina de Perry- que como qualquer criança vai à escola e faz atividades físicas quando volta ao presídio- bem explicada e no momento em que estamos completamente absorvidos e simpatizados pelos personagens, o foco muda e a história dos residentes vem à tona. Sim, Leslie se preocupou em explicar o motivo de cada um estar preso, evitando, de uma maneira natural, que o excesso de carga nas costas de Perry torne o romance cansativo ou forçado.

Todos de Pé para Perry Cook é uma linda obra. Passando uma linda mensagem, de que não importa como você vive, o importante é ser amado, o livro te cativa rapidamente. A narrativa lembra um pouco Quarto, que é igualmente lindo e emocionante pelo mesmo motivo: Mostra que para os filhos o importante é estar com a mãe, independente da sua situação.

Original, emocionante e bem escrito, Todos de Pé para Perry Cook acabou sendo uma grata surpresa e um livro que ficará na lembrança por um bom tempo.

Veredito
Nota do Thunder Wave
Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here