quinta-feira, 11, agosto, 2022

Resumo

Trem-Bala é um livro no melhor estilo anime e tokusatsu, com personagens empolgantes e uma narrativa que te mantém preso até o final desta aventura.

Resenha | Trem-bala – Kotaro Isaka

Trem-Bala, escrito por Kotaro Isaka e lançado no Brasil pela Editora Intrínseca, é uma mistura bem humorada de uma mangá, light novel e o audiovisual japonês. Com uma escrita rápida, diálogos bem feitos e uma história divertida e cheia de crítica a nossa sociedade mundial, o livro também ganhou uma adaptação com Brad Pitt.

Leia também: Trem Bala com Brad Pitt, baseado no livro de Kotaro Isaka, ganha trailer

O jovem Satoshi pode até parecer um aluno exemplar, mas as aparências enganam: por trás da fachada de inocente, há um psicopata extremamente cruel. É por culpa dele que o filho de Kimura está em coma, e, ao embarcar no trem-bala de Tóquio a Morioka, o pai busca vingança.

Só que os dois logo descobrirão que não são as únicas pessoas perigosas a bordo. Em vagões bem próximos ao deles, estão o desajeitado Nanao ― talvez o assassino mais azarado do mundo ― e a letal dupla Tangerina e Limão. Para tornar a situação ainda mais tensa, em pouco tempo uma mala misteriosa fará com que os destinos desses cinco personagens se cruzem de maneira dramática. Mas, afinal, por que eles estão todos no mesmo trem?

Recheado de cenas de ação, Trem-Bala traz momentos absurdos, personagens icônicos e tiradas mordazes em um thriller cujas reviravoltas levam a uma leitura intensa até o fim.

Mas o livro de Kotaro Isaka vai além de apenas 5 personagens misteriosos em um trem. São figuras com personalidades mais do que interessantes. Nanao pode ser um azarado, mas possui camadas curiosas que realmente refletem o nosso interior. Quem nunca viveu seus dias de Peter Parker, onde – quando – algo dá certo, uma avalanche de azar aparece para acabar com tudo?

Ou quem não tem um amigo que precisa sempre fazer comparativos com aquela franquia famosa a cada instante? No caso, da dupla de frutas. E os dois que sobram, Kimura e Satoshi, mais conhecido como Princípe, é que as coisas viram para o lado mais sério.

Aqui o lado de humor é esquecido e críticas ao bullying e aos diálogos de ódio, ganham pontos que em certos momentos até foram esquecidos por nossa sociedade, como o Genocídio de Ruanda. E que ainda é tão atual. O Príncipe faz uma análise de como o ser humano se comporta, de sua sordidez e vulnerabilidade.

Já Kimura, não deixa que esqueçamos o quanto é fácil cair em um buraco e de lá não querer sair, sempre com muitas desculpas de quem é culpa por estar ali ou para continuar sendo arrastado mais e mais para lugares sombrios, até que algo o puxa totalmente, mas parece já ser tarde demais.

Trem-Bala é um livro que é divertido no começo, mas que aos poucos, ou em cada estação, vai ganhando tons mais sombrios. É como assistir a um filme de suspense policial ou até mesmo algum anime do estilo.

Outro ponto interessante é que o autor parece saber que seu livro se tornaria uma obra internacional, pois faz questão de explicar – de forma curiosa – o funcionamento da linha em que ocorre a história e até mesmo da cultura japonesa.

Trem-Bala é um livro que empolga por sua narrativa única, personagens carismáticos e um novo mistério que se apresenta a cada nova porta que se abre dentro de cada vagão. Além disso, seus personagens lembram em muitas ocasiões de super sentais, e os que são mais fãs deste estilo de história, com certeza irá dar as cores para cada personagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Resenha | Trem-bala - Kotaro IsakaTrem-Bala é um livro no melhor estilo anime e tokusatsu, com personagens empolgantes e uma narrativa que te mantém preso até o final desta aventura.
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave