sexta-feira, 27, novembro, 2020
Início Games Reviews Review | The Order

Review | The Order

The Order 1886 é um jogo de ação e aventura em terceira pessoa desenvolvido pela Ready At Dawn e pela Santa Monica, estúdio responsável pela nossa querida franquia God of War. O jogo é exclusivo de ps4 e sem mais enrolação, vamos à análise.

O jogo segue aquela vibe de você começar na merda, sendo torturado e perseguido, essas coisas, e que durante o jogo você vai descobrir o que aconteceu para você estar naquela situação. Sir Galahad (o cara que controlamos) faz parte da Ordem, tipo uns descendentes dos cavaleiros do Rei Arthur que continuam lutando contra uma raça de pessoas mestiças, tipo lobisomens, chamadas de Licantropos no jogo. Os integrantes da Ordem, carregam um líquido chamado Água Negra, que foi obtido do Santo Graal, e essa água cura quando eles estão feridos, e garantem mais força, agilidade, etc. para quem bebe. Bacana, nada demais até aí, o problema é que a história não é das mais atrativas, até mais da metade do jogo, parece que nada que você faz, importa muito, você vai jogando, jogando e nada de realmente interessante acontece na história. Um pouco mais da metade do jogo, aí as coisas começam a ficar mais empolgantes, infelizmente o jogo já está no fim, não dá tempo de se empolgar muito, porque o jogo simplesmente termina. Sim, é isso mesmo, o jogo termina com MILHÕES de assuntos sem explicação, sem conclusão, está mais do que na cara que esse jogo foi pensado e desenvolvido para ter continuação, tudo bem um estúdio apostar nisso, mas terminar como The Order terminou, chega a ser uma leve falta de respeito com os jogadores.

the-order-1886-2

O gameplay em si, me agradou, achei a movimentação bem fluída e agradável, o jogo não trás NENHUMA inovação, é um clássico jogo de tiro em terceira pessoa, bem no estilo Gears of War, com vários lugares para cover e pronto. Você chega, mata um milhão de pessoas sem cérebro, e segue. E eu digo pessoas sem cérebro, porque a inteligência artificial do jogo, não é lá muito inteligente. Os inimigos sempre adotam a mesma tática pra te enfrentar, e alguns simplesmente ficam no cover com metade do corpo aparecendo, ou ficam em pé tomando tiro até morrer, eles simplesmente estão ali só pra você ter o que matar no jogo. E para compensar a burrica artificial, o que os desenvolvedores do jogo fizeram? Uma tonelada de inimigos, para o jogo ficar pelo menos levemente desafiante, porque em nenhum momento The Order chega a ser difícil.  Teve até uma parte em especial, que eu fiquei na dúvida se havia algo diferente que eu deveria fazer, porque nunca paravam de vir inimigos, mas o próprio diálogo dos personagens me avisou que eu deveria apenas continuar matando até acabar, bem repetitivo, mas ok.

Admito que quando eu estava jogando, percebi que o jogo estava indo pra uma pegada stealth, e eu rezei pra isso não acontecer, mas infelizmente aconteceu, e posso dizer, são duas partes stealth no jogo, e as duas são absurdamente frustrantes. Os inimigos não tem nenhuma tolerância, você é visto e pronto, você morre. O que me revolta, é que passa uma mini cutscene quando o inimigo te vê, e um cara altamente treinado, integrante da Ordem, que bebe água negra, simplesmente toma um tiro no meio da fuça sem esboçar NENHUMA reação.

Mas vamos intercalar as críticas com algo bom, o gráfico. E que gráfico, facilmente o mais bonito de todos os jogos de console já feitos, as sombras, as riquezas de detalhes dos cenários, o movimento da capa que o Sir Galahad usa nos ombros, enquanto ele anda ou corre, é absurdamente real, podemos criticar muitas coisas em The Order, mas o gráfico é realmente surpreendente, não tiveram preguiça nesse aspecto.

The Order

Porém nem tudo são flores, durante o jogo que é quase tão linear quanto algum jogo em 2D às vezes te dá algumas mini opções de explorar, mini opções mesmo, tipo uma sala só e olhe lá. Nessas horas você pode encontrar fotos, alguns arquivos de áudio (que você tem que pausar o jogo pra poder escutar, não pode escutar enquanto joga), alguns textos, mas sinceramente, NADA que acrescente algo, a coisa mais legal que você pode encontrar é o Sackboy do Little Big Planet, porque de resto, dispensável. Enquanto você está num desses momentos de exploração, tem tipo um armário que você pode abrir, aí o Galahad abre a porta, dá uma mexida numas folhas de papel, um livro cai, ele mexe mais um pouco, fecha a porta e boa. Cinco metros mais pra frente, você acha outra porta de armário pra abrir, e simplesmente acontece a MESMA COISA, tudo é do mesmo jeito, as folhas são jogadas do mesmo jeito, o livro cai do mesmo jeito. Juro que quase não acreditei quando vi isso.

E já que entrei na parte com consciência ambiental do jogo, reciclando coisas e talz, o jogo tem 2 bosses, e pra alegria de todo mundo, as batalhas dos dois são puramente Quick Time Events (QTE), é frustrante demais. Ah, e um detalhe básico, eles aproveitaram as mesmas animações pras duas batalhas também, um CTRL+C CTRL+V na cara dura mesmo, sem a menor vergonha.

Agora vamos falar sobre a dublagem. Em inglês a dublagem foi super elogiada, mas infelizmente eu não tive a oportunidade de ouvir ainda, mas em pt-br a coisa não foi bem assim. A dublagem é bem duvidosa, pra não dizer ruim. Escolhas questionáveis de tradução, atuação meia boca, nada ajudou muito. O único que se salva é o Marquês, um dos seus aliados durante o jogo, que foi muito bem dublado com o seu sotaque francês.

The Order 1886

Bom, acho que já “falei” demais, prometi pra mim mesmo que ia tentar pegar meio leve, mas acho que não fui feliz na tentativa. The Order não é um jogo ruim, mas também não acrescenta muita coisa. Como disse Joe, do AngryJoeShow, quem não conhece procure no youtube que vale a pena. The Order deveria ter sido pro ps4 o que Ryse: Son of Rome foi para o Xbox One, uma demonstração do que o console pode fazer, infelizmente o game chegou 2 anos atrasado. O que nos resta é que mesmo com toda a crítica negativa ainda seja lançada uma continuação, mas dessa vez com mais inovações, mais longa e com um final satisfatório

Escrito porPedro Henrique

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

6,971FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,355SeguidoresSeguir

Gameplay de Cyberpunk 2077 para Xbox Series X/S é revelado

0
A CD PROJEKT RED lançou hoje o vídeo de gameplay rodando Cyberpunk 2077 no Xbox One X e no Xbox Series X.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave