Ontem (04) o mundo parou com a notícia de que breve, a cantora e atriz Miley Cyrus retomaria sua carreira musical. Bem, o “breve” está logo aí. Será na próxima semana, dia 11, quando o novo single da cantora, intitulado Malibu, será lançado. A loira estampou a capa da revista Billboard e concedeu uma entrevista pra lá de reveladora. Todos noticiaram, mas só aqui no Thunder, você fica sabendo de todos os detalhes.

Durante a entrevista, Miley se mostrou bem centrada e pareceu ciente de tudo o que estava falando. Disse que o seu mais novo CD estará disponível ainda esse ano e trará uma pegada country e folk. Não é algo para ficar chocado, não é mesmo? Visto que seu pai, Billy Rae Cyrus, além de ator é cantor country, tem como madrinha a cantora e atriz Dolly Parton e interpretou por alguns anos, a personagem Hannah Montana, do Disney Channel, onde fazia uma cantora country adolescente.

O fato de que os fãs de música country estão com medo de mim me machuca. Toda aquela coisa de nudez do passado, eu fiz porque senti que era parte de meu movimento político, e aquilo me levou para onde eu estou agora. Eu estou evoluindo, e eu vou me cercar de pessoas inteligentes que são evoluídas“, revelou Miley.

Sobre o novo single, a cantora revelou que foi feita durante suas idas e vindas para a gravação do programa The Voice, a qual era é jurada. A música é sobre amor e seu noivo, o ator australiano Liam Hemsworth. “Se você tivesse me encontrado há três anos e me dissesse que eu teria feito essa música, eu não acreditaria em você“, comentou Miley ao jornalista John Norris, da Billboard. Malibu foi feita em parceria com Oren Yoel, com quem trabalhou nos singles Adore You, do álbum Bangerz e BB Talk, Space Bootz e I Get so Scared, de Dead Petz.

Capa do novo single | Foto/Reprodução: Miley Cyrus

O dia a dia de Miley justifica muito sua nova fase. Fã de yoga, gosta de passear com seus cachorros e de fazer supermercado, a artista se diz uma pessoa normal e credita esse seu novo momento a uma evolução. “Eu gosto de conversar com as pessoas e é uma conversa normal, tipo ‘não me trate diferente, porque eu não sou’. Isso que começou essa evolução para mim, saindo da fase Dead Petz“, referiu-se ao seu último álbum.

A última turnê de Miley, Bangerz Tour, foi gerada de seu álbum homônimo e marcou uma fase bem polêmica da cantora. Os longos cabelos deram lugar a um corte ousado e bem curtinho. Mudança brusca para aqueles que estavam acostumados a vê-la de cabelos longos. Miley agia de forma “insana” e irreverente, usando diversos elementos nonsense em videoclipes, performances musicais e nos shows da turnê. Até o consumo de drogas foi registrado em seus vídeos.

Isso é loucura, mas eu não fumo erva daninha há três semanas“, comemorou Cyrus, que durante a entrevista, segundo Norris, estava sentada embaixo de um letreiro luminoso escrito “É 4:20 em algum lugar” – referindo-se à gíria que mostra o significado de “4:20”. Miley disse que desistiu de usar a droga num piscar de olhos. “Foi em segundos“, conta. “Eu gosto de me cercar de pessoas que me fazem querer ficar melhor, mais evoluída, mais aberta. E então percebi que não eram as pessoas que estavam sendo apedrejadas, era eu. Eu quero estar limpa e afiada, porque eu sei exatamente onde quero chegar“, confidenciou.

Como a maioria dos artistas americanos, se opuseram e ainda se opõem às práticas e formas de governo do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Miley disse não se importar com as pessoas mas que sua mudança foi tanta ao ponto de enxergar que deveria se importar com as coisas ao seu redor. “Esse álbum [referindo-se ao seu novo projeto] é o reflexo do fato que sim, eu não me importo, mas agora não é o momento de não se importar com as pessoas“, declarou quando questionada sobre política e a vitória de Trump. “Eu estou dando um abraço no mundo e dizendo: ‘Ei, olha, estamos bem. Eu te amo!’ e espero que você possa dizer que me ama de volta“, completou.

Miley disse que parte de sua mudança, além da força de vontade, deve-se a Liam, seu noivo. Mas nem tudo são flores. Em 2013, eles se separaram e só três anos depois, retomaram o romance. “Precisava muito mudar. Mudar com alguém que não acompanha esta mudança é muito difícil. De repente pensei: ‘Não te reconheço’. Tivemos de voltar a nos apaixonar. Irradiar amor é algo que é importante para mim“, finalizou Miley.

E aí, ansiosos para esse retorno? A gente tá super!
#Mileyiscoming!

Compartilhar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here