sexta-feira, 27, maio, 2022

Star Trek: Strange New Worlds | Série reflete que respeito não é uma ficção

Star Trek: Strange New Worlds já mostra para o que veio sem 'papas na língua'.

Vivemos um mundo com apenas dois lados atualmente: “o seu e o meu”. E dentro deste universo, a única coisa certa neste conflito entre estes extremos é que ambos afirmam estarem certos.

E a única forma que existe neste ‘diálogo’ é a violência. Não existe uma maneira diferente de defender o ponto de vista se não for através da força. Muitas séries, filmes, livros, quadrinhos e jogos tem demonstrado isso. Parece que o único caminho a ser seguido pela humanidade é a 3ª Guerra Mundial.

Países que não se entendem, que invadem outros por pontos de vistas inconcebíveis, líderes de países que se acham influenciadores, outros que defendem seus mandatos a base da violência verbal, sociedades que brigam porque o seu lado é sempre o certo.

A violência está para todos os lados. E neste mundo, em pleto século XXI, onde deveríamos ter em pauta o fim da pobreza, fome, falta de educação, um meio ambiente mais sustentável, o foco tem sido o consumo desenfreado, a falta de empatia e novamente, os lados que sempre estão certos.

Por esse motivo a chegada da série Star Trek: Strange New Worlds é um alívio para todos aqueles que ainda tem a esperança de um mundo melhor como visto desde a série clássica criada por Gene Roddenberry. Esta sociedade com uma visão mais positiva já mostrou tudo o que estamos presenciando atualmente e já deu a resposta de onder iremos terminar.

Mas no universo de Star Trek, conseguimos nos reerguer das cinzas e criar uma sociedade mais justa. Só que realmente precisamos passar por tudo isso?

No primeiro episódio de Strange New Worlds, a série já faz uma crítica sem ‘papas na língua’ ao mostrar um planeta não muito diferente do nosso que passa por uma crise civil que a levará a Guerra.

Com essa crítica, a nova série de Star Trek segura – e muito bem -, com uma história sólida todos os problemas de quando não se existe um diálogo e o pensamento a respeito do futuro. Viver o presente é ótimo e preciso, como bem mostrado pelos problemas (novamente a palavra aqui), que o Capitão Pike está passando, ao saber como será o seu final.

A série possui uma ligação direta com Star Trek: Discovery e Star Trek: The Original Serie, e chega a ser triste e ao mesmo tempo comovente acompanhar toda a jornada de Pike até o seu derradeiro final.

De qualquer forma, se Star Trek: Strange New Worlds seguir com essa pegada crítica e ao mesmo tempo mostrando soluções inteligentes, ela será capaz de seguir por boas temporadas e ter vida. E assim, esperamos que seja também com nossa sociedade atual.

Vale um destaque para a ótima abertura, a homenagem a vários personagens das séries de Star Trek e finalmente escutarmos a famosa frase “Audaciosamente indo…”, pois bem, assistam, se emocionem e lembre-se que o respeito não é uma ficção, é uma realidade.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,825FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
4,220SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave