Se perguntarmos para algumas pessoas quais suas séries favoritas, dificilmente os títulos Breaking Bad, House, Dexter e afins não serão citados. Não é por acaso que essas séries são famosas e caíram no gosto do povo, elas possuem um atributo em comum que garantem seu sucesso: Protagonistas bem construídos.

A importância de personagens intimistas e complexos é muito abordada pelos professores dos cursos da Fábrica de Ideias Cinemáticas, que, com razão, falam sobre a diferenciação em uma obra com crescimento interno dos personagens.

Walter White é a chave do sucesso de Breaking Bad, é possível mudar muitos elementos dessa trama, como a profissão do protagonista, o que ele resolve fazer para conseguir dinheiro depois de descobrir o câncer, sua idade e até mesmo a sua família e a história ainda funcionará muito bem, mas se mudar qualquer aspecto do íntimo de White, será uma fracasso.

Assim como as outras séries citadas acima, Breaking Bad se trata de uma viagem intimista ao interior do protagonista para revelar o que, na realidade, já estava lá. O que vemos é o caminho dele para se encontrar. Da mesma maneira que House, Dexter, Don Drapper e outros personagens marcantes que levam nas costas a trama e o sucesso de suas séries.

Veja Também: Entrevista | Você sabe o que é um roteirista?

Não é apenas nas séries que isso acontece. Existem inúmeros casos que ilustram a importância de personagens relevante, entre eles, Jumanji é um dos mais gritantes. Adaptado de um livro infantil, publicado no Brasil pela Darkside. A obra original possui cerca de 32 páginas, com ilustrações, e conta uma história simples sobre um jogo encontrado por dois irmãos que traz itens da natureza selvagem à vida quando jogado e apenas chegando ao final é possível desfazer esses feitos.

Veja Também: Resenha | Jumanji

O filme de 1995 adaptado desse simples livro foi um enorme sucesso que na realidade só usa os elementos do jogo como inspiração. Sua trama ficou muito mais profunda e interessante ao adicionar uma simples melhoria: personagens com um passado profundo e uma construção detalhada. Apenas com isso foi possível fazer um ótimo processo de adaptação transformando o filme em algo muito maior e mais interessante do que o livro original, entregando uma obra marcante que criou fãs de todas as gerações e ainda rendeu continuações que também agradaram após décadas de sua criação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui