segunda-feira, 6, dezembro, 2021

TOP 5 | Filmes “rock n’ roll” para curtir na semana do Rock!

No dia 13 de julho, comemora-se o dia mundial do rock

Em 13 de julho de 1985, aconteceu um mega evento chamado Live Aid, um show simultâneo na Inglaterra e nos Estados Unidos. O objetivo principal era conscientizar a população mundial sobre a drástica pobreza e a fome na Etiópia. Esse mega show contou com a presença de famosos artistas e grupos de rock da época, como The Who, Status Quo, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Rolling Stones, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins (que tocou na Inglaterra e nos EUA), Eric Clapton, Black Sabbath, entre outros. O evento foi transmitido ao vivo para diversos países. Na ocasião, o cantor e baterista Phil Collins propôs que o dia 13 de julho fosse lembrando como Dia Mundial do Rock. E para enaltecer essa data, o nosso top tem dicas de produções que giram em torno desse gênero musical muito popular no Brasil e no mundo.

Escola de Rock

TOP 5 | Filmes “rock n’ roll” para curtir na semana do Rock! 1
Jack Black está incrível nesse longa/ Reprodução

Dewey Finn (Jack Black) é um músico que acaba de ser demitido de sua banda. Cheio de dívidas para pagar e sem ter o que fazer, ele aceita dar aulas como professor substituto em uma escola particular de disciplina rígida. Logo Dewey se torna um exemplo para seus alunos, sendo que alguns deles se juntam ao professor para montar uma banda local, sem o conhecimento de seus pais. Jack Black é um dos caras mais carismático de Hollywood e ele tem uma paixão que é pelo rock muito grande e esse longa acabou se tornando um filme ícone em sua carreira como ator. O elenco é maravilhoso, as músicas, tudo nesse filme é muito bom e rende boas risadas.

Aconteceu em Woodstock

TOP 5 | Filmes “rock n’ roll” para curtir na semana do Rock! 2
Aconteceu em Woodstock é um longa para ser apreciado sempre/ Reprodução

Em 1969, o jovem Elliot Tiber (Demetri Martin) abandona sua carreira em Nova York para ajudar os pais a administrar o pequeno hotel da família no interior, que está falido e prestes a ser confiscado pelo banco. Ao ouvir boatos de que um festival de música hippie teve sua licença cassada numa cidade vizinha, Elliot decide oferecer a propriedade aos produtores, para salvar os negócios da família. Três semanas depois, meio milhão de pessoas aparecem para uma celebração que definiria os rumos de uma geração e influenciaria a cultura popular de forma definitiva. Vendo este filme só consegui pensar em uma coisa, uma palavra: Liberdade.

Cazuza: O tempo não para

TOP 5 | Filmes “rock n’ roll” para curtir na semana do Rock! 3
Daniel de Oliveira representou com grande intensidade/ Reprodução

A vida louca que marcou o percurso profissional e pessoal de Cazuza (Daniel de Oliveira), do início da carreira, em 1981, até a morte em 1990, aos 32 anos: o sucesso com o Barão Vermelho, a carreira solo, as músicas que falavam dos anseios de uma geração, o comportamento transgressor e a coragem de continuar a carreira, criando e se apresentando, mesmo debilitado pela Aids. Produção retrata bem o artista: nu e cru, direto, libertino. Um longa que retrata a sua genialidade, sua inspiração era vida. Mas o gatilho para que suas ideias fluíssem o levou à doença cruel. O filme deixa registrado um amigo, um filho, mas não deixa de ser ele próprio. As tomadas são bem legais e a sequência da história de 10 anos em uma hora e meia cobre seus principais pontos. Esse filme é genial, as interpretações são fantásticas e nosso poeta está bem representado.

The Runaways: Garotas do Rock

TOP 5 | Filmes “rock n’ roll” para curtir na semana do Rock! 4
/reprodução

Los Angeles, 1975. Joan Jett (Kristen Stewart) tinha o sonho de montar uma banda de rock, formada apenas por mulheres. Ela encontra apoio em Cherrie Currie (Dakota Fanning), que integra a banda, e no empresário Kim Fowley (Michael Shannon). Com ele as integrantes da banda The Runaways levam uma vida desajustada e, apesar de apresentarem um som cru, alcançam o sucesso graças ao talento de Joan e o visual sensual de Cherrie. Realmente foi interessante a ideia de fazer um filme baseado numa banda composta por mulheres, porém, a produção em questão não foi muito bem desenvolvida, mas ainda assim, vale a pena a diversão.

Across the Universe

TOP 5 | Filmes “rock n’ roll” para curtir na semana do Rock! 5
Across the Universe é um clássico e Jim Sturgees está maravilhoso / Reprodução

Da década de 60, Jude (Jim Sturgees) e Lucy (Evan Rachel Wood) estão perdidamente apaixonados. Juntamente com um grupo de amigos e músicos eles se envolvem nos movimentos da contracultura de sua época, tendo como guias o dr. Robert (Bono) e o sr. Kite (Eddie Izzard). O roteiro é simples, na verdade uma história de amor dos anos 60, mas com boa presença dos atores novatos e contando com pontas de alguns veteranos, como Bono e Salma Hayek. Alguns números de dança complementam a arte, com uma coreografia de Daniel Ezralow. A trilha sonora original é de autoria de Elliot Goldenthal, porém a maior parte das músicas são aquelas nossas velhas conhecidas, compostas pelos Beatles e na interpretação dos atores, numa roupagem nova e bem diferente da original. Os nomes dos personagens são tirados de letras das canções dos Beatles, tais como Jude, Lucy, Maxwell, Sadie, Prudence e outros mais. O próprio título é o nome de uma de suas canções. O filme recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Figurino. É um bom filme e merece ser apreciado.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,962SeguidoresSeguir
4,234SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave