segunda-feira, 6, dezembro, 2021

TOP 5 | Pais incríveis da ficção para você conhecer nessa data especial

A paternidade muda a vida de um homem e para a criança, o pai é um novo universo ao lado da mãe e sinônimo de parceria

É fato que o pai é uma das figuras mais importantes na vida de uma pessoa. É sinônimo de cuidado e parceria, de autoridade e cumplicidade, de força e coragem. Ser pai também é bom para o homem, que descobre um novo amor. Porém, de acordo com dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com base no Censo Escolar de 2011, apontam que há 5,5 milhões de crianças brasileiras sem o nome do pai na certidão de nascimento. Muitas vezes a função de pai é desempenhada pela própria mãe, pelo padrasto, pelo tio, pelo avô… menos pelo seu progenitor. Fato é que, independente, de quem desempenha tal função na vida de um ser humano, essa data é merecida. Quem cria, dá amor, carinho, suporte, orienta, aconselha e está lado a lado, é mais que um pai. É um super pai. Ser pai não é uma tarefa fácil! Mas com amor e carinho, fica muito mais fácil! E para ficar mais gostoso esse momento especial entre pais e filhos, nós fizemos uma seleção dos melhores pais da ficção, não importa se é de sangue, se é homem ou mulher. O importante é o carinho que essa pessoa tem com os filhos. Feliz Dia dos Pais!! Confira abaixo.

Chris Gardner – Pai solteiro

Will Smith interpreta Chris Gardner em A Procura da Felicidade / Reprodução

São poucos que entendem a verdadeira mensagem dessa cena… Reparem, o menino estava jogando muito empolgado e quando o seu pai falou que seu sonho era algo impossível, ele parou e começou a guardar a bola. E isso acontece muito. Muitas vezes deixamos que as pessoas influencie nas nossas escolhas, muitas vezes julgamos a opinião alheia mais importante do que o nosso desejo. Porém, esse mesmo pai que falou que era algo impossível, se deu conta de que ele era a pessoa a encorajar o garoto a sonhar e a correr atrás de seus sonhos. Essa é uma das qualidades de um pai: saber encorajar os filhos desde pequenos.

Julius Rock – Um dos poucos pais do quarteirão

Terry Crews é Julius em Todo Mundo Odeia o Chris/ Reprodução

Para Julius, sua família é prioridade. Por isso, ele sempre faz o que pode para protegê-los e para que sejam felizes. Segundo Chris, ele não era o tipo de cara que dizia “eu te amo”, mas todas as noites prometia voltar para casa depois do trabalho, e isso que dizer que ele os amava. São bem comuns os episódios, em que Julius defende alguém da família. Como, por exemplo, quando ele ameaça Malvo por estar intimidando Chris. Quem não se lembra desse episódio, hein?!

Tio Phill – Um tio pode fazer mais que um pai

James Avery é o tio Phill em O Maluco Do Pedaço/ Reprodução

Muito não tiveram a oportunidade ou até mesmo sorte que Will teve. Ele é amado pelo seu Tio Phill que é mais que um tio para ele. No capítulo em questão, Will reencontra seu pai, Lou Smith, interpretado por Ben Vereen. Os dois não se viam há 14 anos, desde quando Lou, um caminhoneiro, o abandonou, ainda criança, no colo de sua mãe, Vy (Vernee Watson), na Filadélfia. Naturalmente, Will tenta não criar laços com o pai, pois seu pai não fez questão de estar por perto e a reação do Tio Phill é muito emocionante porque ele defende Will e é ele que consola o sobrinho. O episódio conta com diversas passagens nas quais o Tio Phill confronta Lou de forma severa, questionando a hombridade do “cunhado” e cobrando dele uma postura de pai.

Jonathan Kent – Pai de um super herói

John Schneider é Jonathan Kent em Smallville / Reprodução

Jonathan Kent (Smallville), ser pai de um extraterrestre responsável por salvar o mundo do mau não é uma tarefa fácil, mas Jonathan cumpriu seu papel com sucesso e ele se tornou o pai que Clark deveria ter. Nessa cena, podemos ver o quão protetor Jonathan é. Toda relação é construída por respeito, carinho, reciprocidade e vemos no olhar do pai, o orgulho de ter um filho capaz de ser responsavel em suas decisoes. E vemos o ar de “trabalho cumprido”. Parabéns, Jonathan!! Você embalou vários momentos legais nessa série.

Hopper – Um pai mais que adotivo

David Harbour é Jim Hopper em Stranger Things / Reprodução

As vezes, alguém que não tem nenhum vínculo sanguíneo conosco, faz o papel de pai. Hoje, milhares de crianças que por algum motivo não tem o pai biológico por perto, tem um padrasto que ensina, ama, cuida, orienta, aconselha e assume a responsabilidade de guiar essa criança pela vida. Mas não é uma tarefa fácil. Quando os filhos crescem, os pais se dão conta de que o mundo não será mais o arco-iris que antes podia ser. E para um pai é difícil ver o seu filho crescendo e esse episódio é muito emotivo e especial, pois Hopper expressa seus sentimentos e é como a maioria dos pais se sentem nessa fase da vida. A mensagem, deixada por Hopper pode ser entendida como um pai amoroso que vê seu filho crescendo e se tornando um adulto e tendo que enfrentar as dificuldades da vida.

Pai, obrigada por sempre agir com a sabedoria de um mestre e a sinceridade e cuidado de um amigo. Te amo muito e Feliz Dia dos Pais. Alguns heróis não têm capas!

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,962SeguidoresSeguir
4,234SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave