domingo, 14, agosto, 2022

Trem-Bala | Tudo sobre o filme baseado em um dos maiores fenômenos editoriais do Japão

Trem-Bala é o mais novo filme a fazer uma adaptação de um dos maiores fenômenos editorias do Japão. Neste caso, o livro de mesmo nome escrito por Kotaro Isaka. Anteriormente Hollywood já levou para as telas outras obras vindas dos animes, mangás, do próprio audiovisual, mas nunca com a mesma qualidade das narrativas do País do Sol Nascente.

Mas indiferente a adaptações que deram ou não certo, no dia 4 de agosto chega aos cinemas brasileiros Trem-Bala, com Brad Pitt no papel principal, o que pode trazer uma certa desconfiança se o filme realmente irá adaptar de forma fiel ou não o livro, já que seus personagens são japoneses. Confira!

Trem-Bala – Livro

Trem-Bala | Tudo sobre o filme baseado em um dos maiores fenômenos editoriais do Japão 1

O jovem Satoshi pode até parecer um aluno exemplar, mas as aparências enganam: por trás da fachada de inocente, há um psicopata extremamente cruel. É por culpa dele que o filho de Kimura está em coma, e, ao embarcar no trem-bala de Tóquio a Morioka, o pai busca vingança.

Leia também: Resenha | Trem-bala – Kotaro Isaka

Só que os dois logo descobrirão que não são as únicas pessoas perigosas a bordo. Em vagões bem próximos ao deles, estão o desajeitado Nanao ― talvez o assassino mais azarado do mundo ― e a letal dupla Tangerina e Limão. Para tornar a situação ainda mais tensa, em pouco tempo uma mala misteriosa fará com que os destinos desses cinco personagens se cruzem de maneira dramática. Mas, afinal, por que eles estão todos no mesmo trem?

Recheado de cenas de ação, Trem-Bala traz momentos absurdos, personagens icônicos e tiradas mordazes em um thriller cujas reviravoltas levam a uma leitura intensa até o fim.

Trem-Bala, é escrito por Kotaro Isaka e foi lançado no Brasil pela Editora Intrínseca.

Sobre o autor de Trem-Bala

Trem-Bala | Tudo sobre o filme baseado em um dos maiores fenômenos editoriais do Japão 2
Kotaro Isaka

Kotaro Isaka é autor best-seller no Japão e venceu diversos prêmios internacionais de literatura. Seus livros venderam milhões de exemplares, e mais de dez obras suas já ganharam adaptações audiovisuais. Trem-Bala é seu primeiro título publicado no Brasil.

Qual o título original de Trem-Bala

Trem-Bala é o nome que acabou ficando no Brasil, assim como a adaptação para os cinemas nos EUA – Bullet Train. O nome original do livro é Maria Beetle.

Trem-Bala veio do Mangá

Outro ponto interessante, é que o livro também é uma adaptação, no caso do mangá Maria Beetle.

Trem-Bala: O filme

Em Trem-Bala, Brad Pitt é o protagonista Joaninha, um assassino de aluguel azarado que está decidido a fazer apenas mais um trabalho de forma tranquila depois de ter passado por tantos outros que saíram do seu controle.

Trem-Bala | Tudo sobre o filme baseado em um dos maiores fenômenos editoriais do Japão 3

O destino, entretanto, tem outros planos; e a última missão de Joaninha o coloca em rota direta de colisão com adversários letais vindos de todas as partes do globo; todos com objetivos conflitantes porém conectados; no trem mais rápido do mundo – e ele precisa encontrar uma maneira de desembarcar.

Do diretor de Deadpool 2, David Leitch, o fim da linha é só o começo nessa viagem selvagem, com ação do começo ao fim e completamente caótica pelo Japão dos dias modernos.

Trailer de Trem-Bala

Silvio Luiz no Trem-Bala

“Está valendo!” A Sony Pictures brasileira fez uma divulgação bem diferente do filme ao trazer o narrador de futebol Silvio Luiz, junto de seus famosos bordões para narrar o novo trailer de Trem-Bala

A adaptação de Trem-Bala para as telas

Como acontece muitas vezes, uma adaptação não é totalmente fiel ao original, o que acaba trazendo desconforto entre os fãs. E aqui, a Sony deixou bem claro que Trem-Bala foi definido para seguir vagamente o enredo do livro. De acordo com o ator Aaron Taylor-Johnson, “Originalmente, essa coisa era uma peça de ação bem sombria, com classificação R e cruel, mas nós a tornamos divertida”, disse ele, “não sei o que aconteceu, mas se tornou uma comédia!”.

O livro realmente possui um humor, mas ele é bem crítico em relação a sociedade e aborda temas como bullying, abuso de poder, genocídio, entre outros assuntos bem fortes, através de seu personagem O Príncipe (assim como do livro de mesmo nome). Ele sempre analisa como as pessoas irão agir de acordo com uma análise psicológica que ele faz, e também de testes bem macabros que acaba comentendo durante a história.

Agora resta saber o quanto que o filme utilizou e acabou dispensando para a adaptação e se os fãs realmente irão ficar empolgados ou decepcionados com o longa.

Representação asiática em Trem-Bala

Trem-Bala é um livro que acontece no Japão, com personagens e cultura japonesas. Quando os direitos foram comprados por Hollywood, lógico que o romance teria mudanças. E uma questão que abre o debate entre os leitores do livro é justamente a representação asiática.

David Inoue, Diretor Executivo da Liga de Cidadãos Japoneses Americanos, falou em entrevista sobre o assunto, dizendo o seguinte: “Eu absolutamente acho que as acusações de branqueamento são precisas, pois esta é uma história baseada em personagens originalmente japoneses e permanece no Japão. Estrangeiros, ou gaijin, continuam sendo uma minoria distinta no Japão, e preencher o filme com tantos nos papéis principais é ignorar o cenário.”

E isto faz todo o sentido, já que os personagens principais são todos não asiáticos, ou seja, a maioria dos atores do filme. E Inoue ainda questiona que os atores não asiáticos deveriam rever sua relação com a comunidade asiática: “Ver um filme ambientado no Japão com personagens japoneses apenas como pano de fundo é ofensivo, e alguns deles deveriam estar fazendo perguntas sobre isso”, disse ele. Falando especificamente de Pitt e sua influência em Hollywood, Inoue afirmou: “alguém da estatura de Brad Pitt tem a capacidade de fazer isso, e ele não disse nada”.

Fãs de Trem-Bala falam dos problemas culturais

Não só os problemas com a representação asiática na adaptação foi questionada, mas também foi expressado preocupação com algumas diferenças abordadas sobre o Japão, conforme visto no trailer de Trem-Bala da Sony.

Uma diferença significativa levantada é que o trem bala do filme não é igual ao do romance e muito menos aos trens japoneses. Os espectadores ainda argumentaram mais pontos, analisando o ambiente do trem e os displays digitais, e acabaram percebendo que o trem segue de Tóquio para Shin-Osaka. O que é totalmente diferente do livro.

Mas realmente o que mais incomoda os leitores são as mudanças do estilo do trem e outros aspectos mais japoneses, principalmente para um filme que acontece no Japão.

O que o autor de Trem-Bala acha do filme

Como sempre, nada melhor do que o próprio dono para falar o que achou da adaptação. Mesmo que tenha visto apenas o trailer, Isaka parece ter gostado do que viu, conforme publicação no Twitter.

O comentário foi escrito a mão e a tradução diz o seguinte (via movieweb): “O que é esse Japão!? Apesar de ter ficado surpreso, fiquei empolgado com os lindos do outro lado e suas cenas enérgicas e violentas! Espero que seja um filme divertido que afaste sentimentos sombrios!”.

Quem é quem no filme Trem-Bala

Trem-Bala | Tudo sobre o filme baseado em um dos maiores fenômenos editoriais do Japão 4
  • Brad Pitt como Joaninha, um assassino americano experiente, mas azarado.
  • Joey King como O Principe um assassino britânico posando como um colegial.
  • Aaron Taylor-Johnson como Tangerina, um assassino britânico e associado de Limão.
  • Brian Tyree Henry como Limão, um assassino britânico e associado de Tangerina.
  • Andrew Koji como Yuichi Kimura, um assassino japonês.
  • Hiroyuki Sanada como The Elder, pai de Kimura.
  • Michael Shannon como The White Death, o líder de uma organização criminosa.
  • Bad Bunny como O Lobo, um assassino mexicano com uma vingança contra Joaninha.
  • Sandra Bullock como Maria Beetle, contato de Joaninha.
  • Zazie Beetz como Vespa, um assassino americano posando como um membro da tripulação do trem.
  • Logan Lerman como The Son, associado de Tangerina e Limão.
  • Karen Fukuhara como membro da tripulação do trem
  • Masi Oka
  • Pasha D. Lychnikoff
  • Miraj Grbić

Onde Trem-Bala foi filmado?

Trem-Bala foi filmado em Los Angeles, Califórnia, EUA, nos estúdios da Sony. As filmagens também ocorreram em Tóquio, Japão.

Primeiras reações da crítica sobre Trem-Bala nos EUA

Depois de Trem-Bala ser apresentado para a imprensa, alguns jornalistas foram ao Twitter para deixar suas reações quanto ao longa. De uma maneira geral, a adaptação foi bem recebida com alguns comparando a adaptação com John Wick.

“Realmente gostaria de ter visto #BulletTrain com um grande público, pois será um crowdpleaser. Sombriamente engraçado com ação inventiva, um elenco excelente e as referências mais inesperadas. Ele fica sem vapor perto do final, mas é um passeio divertido do mesmo jeito.”
“Bullet Train: Jogue Snatch e John Wick em um liquidificador e deixe explodir. Eu me diverti com isso (principalmente por causa do elenco do filme) até sair completamente dos trilhos do CGI. Também muito impressionado que eles fizeram de Aaron-Taylor Johnson uma presença atraente na tela. Verdadeiramente um primeiro.”
“Vi #BulletTrain esta manhã e tive uma explosão absoluta. Como Entre Facas e Segredos encontra John Wick.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Conheça mais produções

Siga nossas redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,825FãsCurtir
2,977SeguidoresSeguir
4,220SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Tecnologia que permite o acesso de cegos e surdos aos cinemas é testada em São Paulo

Público formado por crianças e adolescentes com deficiências visuais e auditivas assistiu a uma sessão especial do filme 'Turma da Mônica - Laços'. A iniciativa da ABRAPLEX teve o objetivo de apresentar uma plataforma que possibilita acesso à audiodescrição, legenda e linguagem de libras em tempo real e gratuitamente

Mais artigos do autor

Entrevista | Astrofísico da NASA fala sobre seu trabalho em jogo brasileiro Universus

Astrofísico da NASA tem atuado como advisor da Take4Games, startup de Games e tecnologia que desenvolve negócios em blockchain, no desenvolvimento do "Universus", uma série de jogos Play-to-earn mobile que como pano de fundo a exploração espacial.

Entrevista | Raphael Negrão, da Codashop, fala sobre a Coda e o mercado de jogos

Confira esta entrevista divertida com Raphael Negrão, Gerente de Marketing da CodaShop, sobre como funcionam as compras no site da empresa, mercado de trabalho, jogos e muitas curiosidades!
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave