quarta-feira, 23, setembro, 2020
Início Filmes Críticas Crítica: Vingadores- Era de Ultron

Crítica: Vingadores- Era de Ultron

Vingadores é o tipo de franquia que não precisa de muito para chamar atenção, reunindo os heróis mais famosos da Marvel é fácil conquistar os adultos devoradores de quadrinhos e as crianças devoradoras de desenhos animados com os personagens.

Entretanto, não é possível manter o interesse em uma franquia apenas juntando heróis na tela e mesclando vilões, é necessário uma trama interessante para manter o interesse a longo prazo e Vingadores- Era de Ultron investe nisso, abordando temas mais complexos e deixando o humor para segundo plano.

O longa já começa no meio da ação, quando os Vingadores estão tentando recuperar o cetro de Loki (Tom Hiddleston). No local onde encontram o cetro também encontram os irmãos Maximoff, que em um futuro bem próximo irão se tornar a Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) e Mercúrio(Aaron Taylor-Johnson). Os irmão ficaram órfãos quando crianças e foram alvo de experiências que resultaram em super velocidade para Pietro e controle da mente para Wanda.

Crítica: Vingadores- Era de Ultron 1
Vingadores a Ira de Ultron | imagem: Marvel

Após essa busca, Tony Stark (Robert Downey Jr.) e Bruce Banner (Mark Ruffalo) resolvem tentar usar o poder do Cetro  para desenvolver uma tecnologia, um tipo de Jarvis 10.0, com o intuito de trazer definitivamente a paz no mundo. Porém, algo dá errado e a nova tecnologia cria consciência própria e objetivos próprios. E assim é criado Ultron ( Voz de James Spader), o novo grande inimigo dos Vingadores. Ultron e Wanda demonstram ser um grande perigo para os heróis, já que Ultron tem a personalidade autodestrutiva e megalomaníaca  de Stark, juntamente com um banco de dados contendo informações de basicamente todo ser do planeta, e Wanda consegue afetar seriamente o psicológico dos Vingadores com ilusões vivenciando seus maiores medos.

Vingadores – Era de Ultron se aprofunda um pouco mais na vida pessoal dos personagens que foram menos explorados no primeiro filme. Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) ganhou um merecido destaque, visto que no primeiro ele foi bem superficial. Viúva Negra (Scarlett Johansson) também teve sua história um pouco mais aprofundada, mostrando a mulher, a Natasha, ao invés de apenas a treinada espiã.

O grande destaque foi o tão aguardado Visão (Paul Bettany), foi literalmente a melhor coisa do filme. Sua introdução foi muito bem explicada, com seu personagem bem representado. Se encaixando perfeitamente com os igualmente bem introduzidos, Mercúrio e Feiticeira Escarlate.

Visão
Visão em Vingadores a Ira de Ultron | imagem: Marvel

Talvez Vingadores- Era de Ultron não seja a melhor da obra da Marvel apenas por ser uma transição para os eventos seguintes. Fica bem claro que o mesmo foi usado para direcionar os personagens para a Guerra Civil e Guerra Infinita. Exatamente por causa dessa ligação, alguns personagens que cativaram o público, como o próprio Loki, estão ausentes nele, o que pesa para o favoritismo.

Entretanto o sentimentalismo maior do roteiro, tratando de relações familiares e busca por poder, dá um tom diferente à trama, pesando mais e se tonando mais complexo do que o longa antecessor. Era de Ultron tenta ser maior em tudo, investindo em cenas mais visuais, mais drama, mais ação, diálogos mais filosóficos e assuntos mais profundo. O resultado é mais sombrio, porém sem deixar os alívios cômicos de lado.

As famosas referências também estão presentes, seja das antigas obras, elementos das HQ’s ou series televisivas da Marvel, não é raro encontrar um objeto ou frase que apenas os fãs vão vibrar ao ver.

Vingadores-Era-de-Ultron
Vingadores a Ira de Ultron | imagem: Marvel

Vingadores- Era de Ultron acerta ao mostrar que consegue manter uma carga dramática maior sem perder o ritmo fluido das obras da Marvel Studios. Provando que não tem dificuldades em apresentar satisfatoriamente novos personagem em meio a uma trama já em andamento, o longa agradada e deixa a esperança de que a franquia continue promissora.

Veja a ficha técnica e elenco completo de Vingadores- Era de Ultron

 

Nota do Thunder Wave
O longa consegue entregar uma trama mais dramática sem perder o tom cômico, além de conseguir inserir muito bem os novos personagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Siga nossas redes sociais

7,010FãsCurtir
3,084SeguidoresSeguir
4,362SeguidoresSeguir

Resenha | Com amor, Simon

0
Com amor, Simon é uma história de amor adolescente que aquece qualquer coração e nos faz torcer para que eles fiquem juntos e que consigam superar todos os conflitos, dificuldades e julgamentos que essa nova realidade lhes reserva... todo amor é válido.

The Walking Dead | Cena de momento íntimo causa nojo nos...

0
Cena de momento íntimo entre Negan e Alpha causou reações negativas nos fãs de The Walking Dead. Veja.
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave