quinta-feira, 21, outubro, 2021

Crítica: Walt nos Bastidores de Mary Poppins

A amarga P. L. Travers

Walt Disney ficou famoso por transformar realidade em fantasia. Walt nos Bastidores de Mary Poppins (Saving Mr. Banks) retrata a realidade por trás da criação da famosa babá voadora Mary Poppins.

A trama foca em mostrar a construção da icônica personagem, que de fato não tinha nada de fantasioso pela visão da amarga escritora Pamela L. Travers (Emma Thompson), entretanto não chega a ser uma exploração dos bastidores do musical, como a tradução não tão bem feita do título sugere. Não, o verdadeiro foco é a peculiar relação de Travers com seu pai (Colin Farrell), que em suas histórias virou o Mr. Banks. Os verdadeiros bastidores são mostrados na construção do livro, retratando como a pequena Pamela teve que lidar com a morte de seu pai quando tinha apenas 8 anos e quando adulta criou Mary Poppins para salvar o triste homem fracassado que morreu de pneumonia, transformando-o no famoso Mr. Banks.

E é exatamente por conta desse enorme envolvimento pessoal que Travers reluta tanto ao ceder os direitos para Walt Disney (Tom Hanks), exigindo aprovar qualquer mudança no roteiro e odiando todas as partes fantasiosas que a famosa empresa animada quis colocar. A descrente e amarga personagem de Thompson acaba sendo responsável pelo humor do filme, suas expressões constantemente sérias e descontentes contrastam diretamente com o mundo fantasioso da Disney, que rendem várias cenas engraçadas.

Crítica: Walt nos Bastidores de Mary Poppins 1
Walt e Pam na Disneylândia | Imagem: Disney

As atuações são, como era de se esperar, maravilhosas, mas a Disney trabalha sua mágica aqui também e mascara grande parte dos problemas dos personagens. Por mais fiel que a atuação de Thompson seja- fato comprovado por uma gravação de uma das sessões de leitura de roteiro feita com a verdadeira Pamela exibida no final dos filme-, a autora era muito mais complicada na vida pessoal. Seu relacionamento familiar era conturbado, tendo problemas com o irmão gêmeo por tê-lo abandonado, há relatos de que ela “morreu sem amar ninguém”, e de fato odiava essa versão de Marry Poppins criada pela Disney.

Walt Disney também é, obviamente, retrato como um sempre bem-humorado e preocupado dono da empresa que tenta salvar Pam de sua própria amargura. Há alguns momentos que falam sobre algumas dificuldades em sua infância, porém bem amenizados. Mas isso e aceitável, afinal, não queremos estragar a linda imagem que temos do simpático criador da Disney que tanto alegrou nossas infâncias.

Walt nos Bastidores de Mary Poppins
Walt nos Bastidores de Mary Poppins  | Imagem: Disney

Walt nos Bastidores de Mary Poppins relata de uma maneira bem amenizada a complicada batalha para o desenvolvimento de Mary Poppins, mas mesmo deixando muitas das verdadeiras complicações de lado, é uma trama cheia de curiosidades interessantes e momentos marcantes, no melhor estilo Disney.

Veja a ficha técnica e elenco completo de Walt nos Bastidores de Mary Poppins

Nota do Thunder Wave
O longa retrata a complicada batalha para adquirir os direitos de Mary Poppins, mostrando fatos interessantes sobre a criação do livro, porém ameniza bastante a situação.

Artigos Relacionados

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Instagram

Bombando

Mais vistos da semana

Siga Nossas Redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,914FãsCurtir
2,960SeguidoresSeguir
4,239SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Thunder Fic's

Tudo sobre roteiro
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave