Tuesday, 27, October, 2020
Start Movies News Birds of Prey and female-driven heroines

Birds of Prey and female-driven heroines

Between DC and Marvel, the protagonists and directors are increasingly present on the big screen. Understand the importance.

Nesta semana (06) estreia o novo filme da DC ComicsHarley Quinn: Birds of Prey. Com protagonistas femininas e um roteiro bastante girl power, o novo longa também conta com uma diretora, Cathy Yan. A mudança tem chamado a atenção dos fãs desde as primeiras imagens e trailers, que mostram uma identidade visual bem diferente do considerado predecessor Esquadrão Suicida, de 2016.

As super-heroínas e vilãs dominaram as telonas, com direção e protagonistas femininas. Depois das apostas bem acertadas com Wonder Woman em 2017, estrelado por Gal Gadot and directed by Patty Jenkins, as produtoras perceberam que as meninas também gostam de quadrinhos e começaram a investir no formato. Por isso, o Peixe Urbano selecionou produções que merecem destaque:

Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa (DC Comics)

Aves de Rapina e as heroínas dirigidas por mulheres 1

As imagens de Aves de Rapina mostram uma produção repleta de mulheres fortes e roteiro feminista. As anti-heroínas Arlequina (Margot Robbie), Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell) e Renee Montoya (Rosie Perez) usam roupas condizentes com as personagens e não passam por cenas “reveladoras”. Um contraponto para Suicide squad, filme dirigido por David Ayer que também conta com Arlequina como uma das principais estrelas, bastante criticado pelos closes inapropriados e roupas provocativas.

Mulher-Maravilha e Mulher-Maravilha 1984 (DC Comics)

Aves de Rapina e as heroínas dirigidas por mulheres 2

Um dos pioneiros no formato girl power das heroínas nos cinemas, foi um dos filmes da DC Comics mais elogiados dos últimos tempos. Diana, princesa guerreira das amazonas, é uma mulher forte que veio para proteger os homens indefesos na Primeira Guerra Mundial. Agora, ela retorna para a segunda parte, Mulher-Maravilha 1984. Ainda sem sinopse divulgada, os fãs esperam uma ambientação nos anos 80, plena Guerra Fria, e o mesmo formato feminista.

Capitã Marvel (Marvel)

Aves de Rapina e as heroínas dirigidas por mulheres 3

Uma das personagens mais poderosas do Universo Marvel, foi apresentada logo antes do final da terceira fase do MCU. O longa mostra como ela ganhou os poderes, e onde estava durante os primeiros filmes da franquia Vingadores (defendendo o restante do universo). Dirigido por Anna Boden and Ryan Fleck, chegou a ser rejeitado pelas declarações feministas da protagonista, Brie Larson. Desta forma, a produção não poderia ser diferente: cheio de críticas e personagens femininas fortes.

Viúva Negra (Marvel)

Aves de Rapina e as heroínas dirigidas por mulheres 4
Conhecida por fazer parte da formação original dos Vingadores desde 2012, este ano a personagem finalmente ganha o protagonismo e produção própria. O longa se passa logo depois dos acontecimentos de Capitão América: Guerra Civil, quando há uma discordância entre os principais. Natasha Romanoff (Scarlett Johansson) vai para uma missão onde reencontra sua família russa, mostrando um pouco mais do passado misterioso da personagem. Dirigido por Cate Shortland, o longa promete mostrar que não é preciso superpoderes, ser homem ou usar roupas curtas para ser uma super-heroína.

LEAVE AN ANSWER

Please enter your comment!
Please enter your name here

Follow our social networks

7,000Fansenjoy
3,084Followersfollow
4,355Followersfollow

Meet SigridWave, game translator from Acer

0
Features are also announced to enhance competition at a high level, such as a framework for organizing tournaments.

The Walking Dead | Scene of intimate moment causes disgust in ...

0
Scene of intimate moment between Negan and Alpha caused negative reactions in fans of The Walking Dead. Look.
en_USEN
pt_BRPT_BR en_USEN
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave